Um rapaz de 21 anos perdeu a vida na tarde desta sexta-feira, 12 de Agosto, na sequência do despiste da moto em que viajava. O #Acidente ocorreu próximo de Vila Franca da Beira, no concelho de Oliveira do Hospital, onde Rafael Marques residia e trabalhava numa queijaria propriedade da família. O jovem tinha regressado de férias e tinha aproveitado a tarde para se encontrar com os amigos. Na estrada de acesso a Lagares da Beira entrou em despiste tendo ficado encarcerado debaixo de um automóvel.

Na passada sexta-feira, após ter regressado à aldeia depois de um período de férias, Rafael Marques decidiu encontrar-se com os amigos, em Oliveira do Hospital.

Publicidade
Publicidade

Contudo, numa curva, próximo do cruzamento de acesso a Lagares da Beira, perdeu o controlo da sua moto. O jovem foi projectado e acabou por ser colhido por um automóvel ligeiro que seguia em sentido contrário. A moto só viria a imobilizar-se cerca de 200 metros depois, na berma da estrada. O alerta aos #Bombeiros foi dado por uma médica que passava no local e que acabaria por prestar os primeiros socorros, mas em vão, já que o corpo do jovem estava encarcerado por baixo do automóvel.

Conta o comandante dos Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira, à Rádio Boa Nova, que a violência do acidente terá sido fatal para o motociclista, tendo os bombeiros sido obrigados a recorrer a material de desencarceramento para retirar o corpo. Apesar das manobras de socorro e de reanimação, o óbito foi confirmado pela equipa médica do Serviço de Atendimento Permanente do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital, para onde foi transportada a vítima.

Publicidade

O Instituto Nacional de Emergência Médica ainda accionou um helicóptero para o local, mas não chegou a ser utilizado, sido desmobilizado de imediato.

A morte de Rafael Marques deixou em estado de choque a aldeia de Vila Franca da Beira, no sopé da Serra da Estrela. Oriundo de uma conhecida família, proprietária de uma queijaria, o jovem era acarinhado por todos aqueles que o conheciam. As circunstâncias em que se deu o acidente encontram-se a ser investigadas pela Guarda Nacional Republicana que tomou conta da ocorrência.