Um militar da Guarda Nacional Republicana (#GNR) morreu, e um outro ficou gravemente ferido, na manhã desta terça-feira, 11 de Outubro. Os dois operacionais tinham sido alertados para uma situação de tentativa de assalto, no concelho de Aguiar da Beira, mas acabaram por ser recebidos da pior forma pelos presumíveis assaltantes. As autoridades montaram de imediato uma mega operação de caça ao homem. Entretanto, um casal foi encontrado em paragem cardiorrespiratória próximo da mesma zona, tendo o homem morrido.

Tudo terá acontecido pouco depois das 7 horas desta terça-feira (11 de Outubro). Os dois militares, um de 29 anos e outro de 41, integravam uma patrulha que foi alertada para um alegado assalto, em Vila Chã, no concelho de Aguiar da Beira, distrito da Guarda. Os operacionais terão apanhado os presumíveis assaltantes em flagrante, mas estes acabaram por reagir da pior maneira, dando origem a um tiroteio. Um dos militares, de 41 anos, ficou ferido no local enquanto o mais jovem foi encontrado, baleado na cabeça, no interior da bagageira da viatura da própria GNR, que terá sido utilizada pelos assaltantes, que acabaram por a abandonar a cerca de cinco quilómetros do local.

O ferido foi socorrido e transportado para o Centro Hospitalar Tondela-Viseu, onde se encontrava, ao final da manhã, “estabilizado” mas a inspirar “cuidados e vigilância”, estando em avaliação na “neurocirurgia e na cirurgia geral”. O militar terá sofrido ferimentos ao ser baleado no rosto.

Casal em paragem cardiorrespiratória

Ainda durante a manhã da mesma terça-feira foi encontrado um homem e uma mulher, com cerca de 40 anos, em paragem cardiorrespiratória, a pouca distância onde terá ocorrido o tiroteio com os militares da GNR. O casal foi encontrado, no momento em que estavam a ser realizadas buscas por parte das autoridades. O homem já não apresentava sinais vitais, tendo o óbito sido declarado no local. A mulher foi transportada em estado crítico para o hospital de Viseu, depois de ter sido socorrida pelo bombeiros e pela Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacionald e Emergência Médica (INEM). Ambos apresentavam ferimentos de bala. A GNR está convicta que aqueles indivíduos estarão relacionados com o alegado assalto que vitimou os dois militares. #Crime #Óbito