Um homem e uma mulher, de 72 e 67 anos de idade, morreram na tarde desta quarta-feira, 30 de Novembro, após o despiste do automóvel onde viajavam. O #Acidente ocorreu na Auto-Estrada nº 6 (A6), no concelho de Montemor-o-Novo. As vítimas eram residentes na zona de Algés, concelho de Oeiras. As causas do acidente estão a ser investigadas pela Guarda Nacional Republicana, que tomou conta da ocorrência.

O alerta foi dado pouco depois das 16 horas para o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora. Dava conta de um acidente ao quilómetro 37 da A6, sentido Caia-Marateca, na zona de Montemor-o-Novo. De acordo com elementos divulgados pela Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), nas operações de socorro estiveram envolvidos 31 operacionais auxiliados por 13 veículos. No local estiveram as corporações de #Bombeiros de Évora e de Montemor-o-Novo, bem como uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Fonte da Guarda Nacional Republicana disse aos jornalistas que o automóvel, em que seguiam as duas vítimas, alegadamente marido e mulher, saiu da auto-estrada e chocou contra um muro de betão. Os ocupantes, não resistiram aos ferimentos e acabaram por falecer no local, tendo os respectivos corpos sido transportados para o respectivo Gabinete Médico-Legal e Forense.

Três feridos em despiste de mini-autocarro

Um mini-autocarro, da Rodoviária do Alentejo, despistou-se na manhã desta quarta-feira, 30 de Novembro, próximo da localidade de Bens, no concelho de Mértola. Do acidente resultaram ferimentos considerados ligeiros no motorista do veículo, um homem de 37 anos, e em dois alunos da Escola Básica e Secundária São Sebastião, ambos com 15 anos.

Apesar de as causas serem ainda desconhecidas, tudo aponta para que o veículo, de 27 lugares, se tenha despistado na sequência de um furo num pneu, ou mesmo uma alegada circulação em excesso de velocidade. O mini-autocarro acabaria por perder o controlo, invadindo a faixa de rodagem contrária, tombando para o lado esquerdo, na margem de um ribeiro. O socorro foi prestado por elementos da corporação de Bombeiros Voluntários de Mértola, tendo a Guarda Nacional Republicana registado a ocorrência.