Dois automobilistas, um deles taxista, morreram após o despiste dos automóveis que conduziam. Os acidentes ocorreram em Lisboa e em Vila do Conde e as causas estão a ser investigadas pelas autoridades policiais. As vítimas tinham 37 e 62 anos. No caso do #Acidente com o automóvel de aluguer de passageiros regista-se, ainda, ferimentos numa mulher que seguia no veículo.

Eram cerca das 9 horas da manhã deste sábado, 4 de Fevereiro, quando um táxi entrou em despiste, capotando de seguida, em pleno centro da cidade de Lisboa. O acidente ocorreu na Rua Doutor Gama Barros, no Areeiro, quando no automóvel ligeiro de passageiros seguia uma cliente, uma mulher com cerca de 50 anos de idade. Segundo informações transmitidas pelo canal televisivo TVI24, o condutor terá sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC), perdendo o controlo do veículo que viria a embater contra outros automóveis estacionados naquela rua do centro da capital portuguesa, capotando de seguida.

Quando os operacionais dos #Bombeiros do Regimente Sapadores de Alvalade chegaram ao local depararam-se com o condutor do automóvel, de 62 anos, em paragem cardiorrespiratória, tendo iniciado de imediato manobras de reanimação. Uma operação auxiliada pelos socorristas do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). No entanto, o médico da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) acabaria por declarar o óbito no local. Já a passageira, sofreu ferimentos tendo sido transportada para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa. A ocorrência foi registada pelos agentes da Divisão de Trânsito da Polícia de Segurança Pública.

Homem de 37 anos morre em Vila do Conde

Por sua vez, um outro condutor, de 37 anos, morreu também na sequência do violento despiste do automóvel que conduzia, desta vez na Rua Central, da freguesia de Rio Mau, concelho de Vila do Conde. A vítima ficou encarcerada nos escombros do veículo, que após o despiste, embateu num muro. Ao local do acidente deslocaram-se os Bombeiros Voluntários de Vila do Conde, uma ambulância Suporte Imediato de Vida (SIV) e uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), que realizaram manobras de reanimação no sentido de reverter o estado clínico da vítima. No entanto, e apesar de ter sido transportado ao hospital, o homem acabaria por não resistir aos ferimentos, tendo sido declarado o óbito na unidade hospitalar. O acidente ocorreu por cerca da uma hora da madrugada deste sábado, 4 de Fevereiro. #Óbito