Mariana Leirinha, uma adolescente de 13 anos, está dada como desaparecida desde a passada sexta-feira, dia 3 de Março, em Ponte de Lima. Segundo dá conta o Correio da Manhã, uma fonte do Comando Nacional da GNR afirmou que a jovem terá apanhado o autocarro na sexta de manhã com destino à escola, mas não terá comparecido às aulas. O Jornal de Notícias acrescenta que Mariana terá perguntado ao motorista do autocarro qual a forma mais fácil de chegar a Braga. Alguns colegas confirmam ter ouvido esta pergunta. As autoridades já procederam a algumas investigações na referida zona.

A jovem, residente na freguesia de Beiral do Lima, já está identificada na base de dados de pessoas desaparecidas. Os pais deram o alerta do #Desaparecimento na sexta-feira à noite, de acordo com informações divulgadas pela GNR. O telemóvel da adolescente terá sido desligado por volta das 16h do dia de ontem, 3 de março.

Entretanto, a procura por indícios do paradeiro de Mariana Leirinha continuou no dia de hoje e a GNR conseguiu localizar o sinal do telemóvel da jovem na zona de Aveiro/Vagos. Esta nova descoberta motivou que as buscas se alargassem à zona de Aveiro, onde estão a decorrer desde a tarde deste sábado.

Sabe-se ainda que a rapariga pediu um telemóvel emprestado, justificando que seria para ligar para “uma pessoa amiga”.

As autoridades de Braga também estão à procura de Mariana, uma vez que conversas com os familiares e colegas da jovem indicam que terá mesmo apanhado o autocarro com destino a Braga por sua livre vontade. As causas da ausência são, contudo, desconhecidas. Uma testemunha próxima da adolescente adiantou à comunicação social que Mariana é uma jovem calma e “educada”, sendo esta a primeira vez que teve um comportamento estranho.

A família pede que, caso alguém encontre Mariana Leirinha ou descubra mais alguma pista acerca do seu paradeiro, contacte as autoridades para que a menor seja encontrada o mais rapidamente possível e volte para casa. Para já, estão a ser feitos todos os esforços por parte das autoridades responsáveis pela investigação do desaparecimento da adolescente. #Polícia