António Costa, actual secretário-geral do Partido Socialista (PS), vai renunciar amanhã, 1 de Abril, ao seu mandato de presidente da Câmara Municipal de Lisboa, cargo que ocupa desde Agosto de 2007. O anúncio foi feito pelo autarca socialista no final da reunião da Assembleia Municipal de Lisboa que se realizou hoje, 31 de Março. O anúncio público deverá acontecer esta quarta-feira durante uma conferência de imprensa já convocada para as 12 horas nos Paços do Concelho.

Entretanto, o Partido Social Democrata (PSD) já reagiu àquela decisão do autarca socialista, desejando que Lisboa regresse "à normalidade". O comentário foi feito por António Prôa, Vereador da autarquia, para quem António Costa "já se devia ter desvinculado das suas responsabilidades".

Publicidade
Publicidade

O Vereador social-democrata considera que o socialista tem passado mais tempo fora de Lisboa do que a gerir os destinos do município, devido ao cargo que ocupa no PS, pelo qual é candidato a Primeiro-Ministro. António Prôa é peremptório quando afirma que tem sido "insustentável e chocante" a ausência "constante" do presidente da Câmara Municipal perante os problemas do concelho.

Com 53 anos de idade, António Luís Santos da Costa assumiu a presidência a 1 de Agosto de 2007, tendo sido reeleito nas eleições seguintes. António Costa é licenciado em Ciências Jurídico-Políticas, pela Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa, e possui uma pós-graduação em Estudos Europeus pela Universidade Católica de Lisboa. Em termos autárquicos, o socialista foi membro da Assembleia Municipal de Lisboa (1982/1993) e Vereador da Câmara Municipal de Loures (1993/1995).

Publicidade

Já quanto ao Governo, António Costa foi deputado da Assembleia da República desde 1991, Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares (1995/1997), Ministro dos Assuntos Parlamentares, Ministro da Justiça e Ministro de Estado e da Administração Interna, cargo que deixou para se candidatar à Câmara Municipal de Lisboa.

A presidência da autarquia deverá ser assumida pelo actual vice-presidente, o economista Fernando Medina, de 42 anos de idade. O socialista que tem também uma passagem pelo Governo, onde foi Secretário de Estado do Emprego e Formação Profissional e Secretário de Estado Adjunto da Indústria e do Desenvolvimento.