Mariano Gago, ex-ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, faleceu hoje, vítima de cancro, na sua casa em Lisboa, aos 66 anos de idade. Tinha sido operado no ano de 2013, mas o seu estado tinha piorado nos últimos tempos. Foi duas vezes ministro, a primeira vez durante o mandato de António Guterres, responsável pela pasta de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (1995 e 2002). Entre os anos de 2005 e 2011 foi ministro novamente, mas ao lado de José Sócrates.

O ex-ministro licenciou-se em Engenharia Electrotécnica pelo Instituto Superior Técnico, em 1971, pouco depois seguiu para França, onde realizou o doutoramento em Física. Trabalhou na área de aceleração e colisão de partículas. A partir do ano de 1976, trabalhou em Genebra, exercendo funções no laboratório do CERN - Centre Européen de Recherche Nucléaire (laboratório europeu de referência).

Ao regressar apercebeu-se do quanto o país precisava de evoluir no que se referia à área científica. Incentivou o investimento na ciência e a ida de bolsistas para o estrangeiro. Defendeu também o aumento da cultura científica dos portugueses. Outra das suas principais apostas foi a rede de museus de Ciência Viva. Era actualmente o presidente do laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas, era aqui que passava os seus dias nos últimos tempos.

Foram várias as figuras que ao longo das últimas horas prestaram homenagem ao ex-ministro através das redes sociais. Francisco Louçã, ex-líder do Bloco de Esquerda deixou a seguinte mensagem: "A morte precoce de Mariano Gago faz desaparecer o melhor ministro da ciência. Opus-me à sua política a favor de Bolonha, que achei e acho que prejudica o ensino superior, mas repito que, no desenvolvimento da ciência, foi o ministro mais empenhado e que, por isso, aproximou Portugal de um país do século XXI. Era, além disso, um homem cordial, competente e combativo. Fica a minha homenagem".

O corpo deverá estar presente ainda hoje na Basílica da Estrela, em Lisboa. Depois seguirá para o Algarve, de onde é originária a sua família. #Educação