Preso há seis meses no Estabelecimento Prisional de Évora, José Sócrates, ex-primeiro-ministro de Portugal é acusado de fraude fiscal e de branqueamento de capitais e corrupção. Conhecido como o preso número 44, como será o dia-a-dia de um homem habituado às ruas da capital francesa? Pois bem, fique a conhecer um pouco mais da sua rotina.

De acordo com o semanário Expresso, que faz hoje, dia 30 de Maio, manchete com o ex-primeiro-ministro, a vida de José Sócrates é passada no recreio ou ginásio, a ler, escrever e a ver variadas séries, cuja entrada é permitida na prisão. Guerra dos Tronos, Sopranos e True Detective são algumas das séries a que Sócrates tem acesso, ao contrário dos seus cereais preferidos que não tiveram o mesmo destino.

Publicidade
Publicidade

O seu dia começa com exercício matinal depois de tomado o pequeno-almoço e de ter arrumado a sua cela, onde permanece sozinho.

Já cá fora, quando era um homem em liberdade, o antigo primeiro-ministro era uma figura activa no panorama comunicativo. Comentador de política e escritor, Sócrates passa as tardes na prisão a escrever. Escrever sobre o caso que o colocou atrás das grades, sobre o panorama político português e também algumas cartas destinadas aos amigos mais próximos. As visitas, com o passar do tempo, vão sendo mais escassas, depois de terem passado por Évora algumas das figuras mais importantes do Partido Socialista e até alguns dirigentes desportivos como Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira. Adepto do Sport Lisboa e Benfica, o seu cachecol do clube Lisboeta foi também proibido de entrar na prisão, tal como umas botas.

Publicidade

Na sua última carta enviada às redacções, e transmitida pela TSF, Diário de Notícias e Jornal de Notícias, Sócrates dirige-se a Passos Coelho para o acusar de ter feito um ataque cobarde, depois das declarações que proferiu nas jornadas parlamentares do PSD. José Sócrates continua em prisão preventiva em Évora, depois de esta semana ter sido ouvido pelo Ministério Público a respeito das suas relações com o Grupo Lena. #Justiça #Crime