O PAN, Pessoas – Animais – Natureza conseguiu nas eleições últimas eleger um deputado para a Assembleia da República, André Silva, cabeça de lista do Partido por Lisboa. Há mais de 20 anos que não se elegia um único deputado de outros partidos que não os habituais, conseguindo angariar 1,39% dos votos dos portugueses (traduzidos em mais de 75 mil votos).

André Silva, desde o ínicio, mostrou a sua vontade de trabalhar e defender aqueles que mais sofrem no país: Pessoas – #Animais – Natureza. E, desde que começou as suas atividades como novo membro da Assembleia, já mostrou a sua garra.

O PAN é um partido de causas, defendemos uma política integral e interligada entre pessoas, animais e todos os ecossistemas.”, e afirma ainda que “Na Assembleia da República estamos já a montar uma equipa de especialistas em várias áreas para propormos medidas legislativas no que concerne o bem-estar animal, questões económicas e sociais e, também, ecológicas”.

 Numa altura em que, juntamente com uma crise social, aumentam as catástrofes naturais a nível mundial, o PAN sempre se mostrou consciente quanto às alterações que têm de ser feitas na legislação para proteger, não só as pessoas e animais, como a própria natureza. Para o PAN, “biodiversidade, saúde pública e o ambiente” são as peças centrais da sua ideologia.

André Silva, assim como toda a equipa que trabalha em função do PAN, pretendem “desenvolver um trabalho parlamentar de qualidade” para que os portugueses ganhem confiança no seu trabalho e para mais tarde “reforçar a nossa presença na Assembleia da República com mais deputados eleitos, que em muito virão beneficiar o trabalho a desenvolver pelas Causas e Valores PAN.

O mais novo deputado da Assembleia da República deixa ainda claro que devemos todos lutar em prol de um bem comum.

No conturbado contexto nacional e internacional em que vivemos esquecemos com facilidade o desígnio de sermos todos cidadãos do nosso país #Ambiente #Polícia