A mais famosa gelataria de Portugal chega ao Porto. Porque os nortenhos também têm o direito de deliciar-se com bons gelados, sem que para isso tenham de fazer centenas de quilómetros! Quem não se lembra de ir de férias para o Algarve e parar obrigatoriamente na Santini de Cascais?!

Há quem diga que são os melhores gelados de Portugal e a marca refere que a diferença está na qualidade dos ingredientes dos seus produtos, já que são naturais. Mas, mais do que diferentes ingredientes, esta marca têm tradição.

Instalou-se em Cascais em 1949 pelas mãos de Attilio Santini. Um italiano (como manda a tradição dos profissionais de gelados) que ficou conhecido como uma pessoa dotada de um grande espírito de empreendedorismo e de uma grande capacidade intelectual.

Publicidade
Publicidade

Durante anos serviu as gerações portuguesas e todos os outros turistas que ali passavam. Mas também ministros, grandes figuras da sociedade e reis e príncipes de toda a Europa, incluindo o rei de Espanha. Segundo o site oficial da marca, existiu durante anos um grande convívio informal e uma grande amizade entre Santini e a família real espanhola enquanto esta viveu em Portugal.

E foi neste ambiente informal e familiar que a Santini foi crescendo, sendo hoje, seis décadas após a sua abertura, uma marca de referência para todos os apreciadores de gelados. Hoje, a marca está consolidada e possui um elevado potencial de crescimento, estando presente em diversas lojas e restaurantes de luxo. E chega agora ao Norte, mais concretamente à cidade do Porto. Já há algum tempo que os tripeiros reclamavam uma loja da marca na Invicta.

Publicidade

Até já tinha sido criada pelos fãs uma página de Facebook intitulada "Queremos a Santini no Porto".

Ainda não existe uma data oficial para a abertura da nova loja dos gelados da Santini no Porto, mas a página oficial do Facebook anunciou que tal vai acontecer brevemente. Mas em que zona do Porto? Bem no centro da cidade, no conhecido Largo dos Lóios. A marca já está a recrutar funcionários para sua equipa. #Negócios