O presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, em "Presidência Aberta" pela União de Freguesias de Gulpilhares/Valadares anunciou que a Câmara de Gaia vai criar uma nova estrada como alternativa para o trânsito local, permitindo assim dessa forma aos moradores deixarem de pagar as portagens na A29, na freguesia de Gulpilhares/Valadares. Eduardo Vítor referiu que "não podendo mexer no pórtico estamos a criar uma alternativa para que o trânsito local deixe de ser taxado", e acrescentou ainda que "a Câmara está a intervir numa via/ligação da Estrada Nacional 109 à malha viária da freguesia".

O presidente da Câmara de Gaia acha um enorme erro que se tivesse deixado instalar um pórtico naquele local, porque a A29 foi construída em cima da antiga EN109 deixando sem alternativa os moradores daquela freguesia e restante trânsito local. Por isso mesmo, Eduardo Vítor Rodrigues assume que a alternativa, embora sendo uma pequena obra, é de enorme importância e irá "...causar muito impacto na economia doméstica".

Quando foram introduzidas portagens em 2010, a A29 deixou de ser SCUT, dando lugar a um pórtico a 100 metros da saída para Gulpilhares, e desde essa altura a população tem reclamado contra a colocação do pórtico naquele local e a falta de uma alternativa sem portagem para o trânsito local.

Eduardo Vítor Rodrigues nesta "Presidência Aberta" pela freguesia, lamentou o facto de a Câmara Municipal de Gaia ter disponíveis apenas 3 milhões de euros para os 400 km de estradas do Concelho de Gaia "mas não deixa de ser um esforço muito importante", acrescentou o presidente da Câmara. Por sua vez Alcino Lopes, presidente da União de Freguesias de Gulpilhares/Valadares realçou que estas obras na rede viária "...são boas novidades para a comunidade de Gulpilhares".

Eduardo Vítor terminou esta "Presidência Aberta" assumindo vários outros compromissos, em reunião com o presidente da Junta, no que diz respeito à reabilitação da rede viária na freguesia de Gulpilhares/Valadares.