Quatro assaltantes de etnia cigana arrombaram na madrugada de domingo, dia 3 de Maio, pelas 03h00, a loja de vestuário para senhora Fabricato, na Rua do Godinho em Matosinhos. Depois de partirem a montra, roubaram 174 peças de vestuário no valor de 4.600€, segundo informações recolhidas pela Blasting News junto de fonte próxima dos donos do estabelecimento.

Os larápios foram detectados durante o assalto, devido ao barulho que se podia ouvir nas redondezas, e o alerta foi dado para a central de comunicação da Polícia de Segurança Pública. Prontamente destacada, a Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial da Divisão Policial de Matosinhos deslocou-se ao local.

Os indivíduos, que têm entre os 26 e os 32 anos, puseram-se em fuga antes da chegada da polícia, ao volante de um Renault 19 Chamade de cor cinza, mas foram identificados pelo carro patrulha da PSP de Matosinhos, que se deslocava ao local, junto ao Mercado Municipal, não tendo parado perante sinalização sonora da viatura policial, segundo informações recolhidas com o Comando Metropolitano do Porto.

Deu-se de seguida uma perseguição policial através das ruas de Matosinhos e Porto, tendo a polícia conseguido interceptar os fugitivos quando estes se preparavam para atravessar a Ponte da Arrábida em direcção a Vila Nova de Gaia.

A polícia terá ordenado que saíssem do veículo e questionado a razão de não terem respeitado a ordem de paragem alguns quilómetros antes, ao que os suspeitos argumentaram que não tinham documentos da viatura, nem o condutor teria licença para condução, algo que se verificou.

Ao abrir a mala traseira da viatura, foi encontrado vestuário de senhora no valor comercial de 4.600€, dividido entre 174 peças individuais, e também o material utilizado para o arrombamento de montra e porta da loja, nomeadamente cinco chaves de fendas, um pé-de-cabra, duas facas e dois pares de luvas.

Três dos assaltantes têm residência em Gondomar, enquanto o quarto é do Seixal. Ficaram os quatro imediatamente detidos. #Crime