O homem que estava à guarda da #Polícia Judiciária, suspeito de ter matado a ex-mulher e o filho de 6 anos de idade, foi encontrado morto este sábado, 25 de Julho, dentro da cela onde estava detido. O #Crime ocorreu na noite de quinta-feira em Ermesinde e provocou uma onda de choque um pouco por todo o país. A mulher, com quem mantinha uma relação conflituosa, morreu pouco depois de ter sido baleada pelo suspeito, tendo o filho falecido este sábado no hospital. O suspeito tinha sido detido pela Divisão de Investigação Criminal da Polícia de Segurança Pública na madrugada de sexta-feira em S. Mamede de Infesta (Matosinhos) sem oferecer resistência.

Apesar da investigação em curso no sentido de apurar as causas da morte, as autoridades suspeitam que o homem, de 55 anos de idade e ex-trabalhador da Petrogal, se terá suicidado. O suspeito foi encontrado sem vida no interior da cela, nas instalações anexas à Polícia Judiciária do Porto cerca das 16 horas. Isto acontece no mesmo dia em que o filho, de 6 anos de idade, morreu no Hospital de S. João, também no Porto, onde estava internado desde a noite de quinta-feira em estado muito grave.

A criança não resistiu aos ferimentos que sofreu quando, alegadamente, o pai disparou contra si e a mãe, na noite de quinta-feira à entrada do prédio onde ambos habitavam, em Ermesinde. Depois do crime, o suspeito pôs-se em fuga, vindo a ser detido cerca das quatro horas da madrugada em S. Mamede de Infesta, sem oferecer resistência aos agentes policiais que o abordaram no interior do veículo onde se encontrava sozinho.

Segundo alguns moradores, o casal mantinha uma relação embora não partilhasse a mesma habitação. Aliás, os populares afirmam que a convivência entre os dois era conflituosa, com a mulher a recusar que o homem fosse residir com ela e com o filho de ambos. Eram sucessivos os conflitos que levavam o agressor a ameaçar a vítima de morte, ameaça que acabou por cumprir na noite em que a surpreendeu, com o filho ao colo, no momento que chegava a casa, no Bairro das Saibreiras, em Ermesinde, concelho de Valongo.