Percorremos as melhores praias de Vila Nova de Gaia à Póvoa de Varzim, para propor uma seleção de bares que servem não só de abrigo à nortada, mas de paragem obrigatória ao cair do sol no horizonte. Partindo da praia da Granja, em Gaia, tão vivida por Eça (entre outros ilustres), e até à praia de Lavadores que fica entre a das Pedras Amarelas e Salgueiros, aconselhamos o Chez Maurice na Aguda, a Esplanada do Alex em Valadares Sul, o Daikiri na praia da Madalena Sul, o Grão d'Areia na praia Canide Norte e o Maru's Bar na praia de Salgueiros. Este último e o primeiro primam pelos petiscos como a ameijoa e polvo. No Daikiri, almoça-se sushi à sexta e ao sábado. Todas estas praias contam com Bandeira Azul e um passadiço aromatizado por mar e vegetação autóctone das dunas, que vai de Espinho ao Cais de Gaia, passando pelo Cabedelo, onde há quem pratique nudismo.

Na Foz do Porto e Nevogilde, distinguimos os bares Praia dos Ingleses, Praia da Luz, Praia de Gondarém e Praia Homem do Leme que ganham os nomes dos locais onde se instalam. O melhor décor vai para a Praia de Gondarém com guarda-sóis em palhinha e cadeiras de realizador de madeira com tecido florido. O abuso de marcas e do plástico, no mobiliário, restringiu as nossas escolhas que incidem num estilo mais elitista. A saber que na Praia de Gondarém também se serve sushi. Ainda em Nevogilde, o Ibar na praia do Aquário, a caminho do Castelo do Queijo, é sem dúvida o mais sossegado e com acentuado sabor a iodo. 

Já na praia de Matosinhos, salientamos o Kapa à noite, o Sandhouse com tanque transparente de água convidativo, o Vaguinhas junto às escolas de surf e o Lais de Guia, projetado por Álvaro Siza, que é um clássico. Do arquiteto premiado, aconselhamos também o complexo Piscina das Marés com bar sobre as piscinas de água salgada e praia de Leça da Palmeira. Mais à frente, nascida das pedras e em comunhão com o mar, não podemos esquecer a famosa Casa de Chá Boa Nova do mesmo arquiteto, Monumento Nacional desde 2011, hoje explorada pelo chef Rui Paula.

A caminho de Vila do Conde, sem esquecer as praias de Angeiras e Mindelo, paramos junto ao castelo da mui antiga vila, na foz do rio Ave, onde encontramos o Aloha Surf Bar com música cubana ao sábado. Nesta zona há bicicletas para alugar e percorrer a costa onde nos deliciam aromas de vegetação autóctone e maresia. Mais à frente, na praia do #Turismo Sul, eleita pelas famílias antigas que para aqui se continuam a deslocar no verão, temos o bar Praia Turismo Lounge, só interessante pelos almofadões e guarda-sóis de palhinha na areia. No interior e esplanada predomina o mobiliário em plástico de onde sobressaem as necessárias marcas. Os contentores onde se instalam estes bares mais ou menos sofisticados, consoante a mão do arquiteto que está por detrás da obra (ou não), parecem-nos menos integrados na paisagem do que os da Póvoa, em madeira, a imitar as barracas de praia de finais do século XIX.

Na Póvoa, aconselhamos os bares Feiteira com massagens e Ferrari. No Bar da Praia, junto ao hotel Axis, come-se uma excelente francesinha. A praia de Aver-o-Mar não é boa para nadar, está cheia de algas e conchas que se estendem ao areal. Já os tapetes de sargaço, a secar ao sol, dão um sabor inconfundível ao #Ambiente. No Moinhos ao Vento, na praia do Esteiro, há karaoke à quarta e ao domingo. Em direção à Estela as praias são mais selvagens. As praias do norte são assim com vento, água fria, rochas, moluscos e muitas algas que as tornam únicas na memória dos sentidos. #Entretenimento