O cadáver de um menino de apenas cinco meses de idade foi encontrado no interior de uma mala no aterro sanitário de uma empresa de tratamento de lixo no concelho de Vila Nova de Gaia. O achado macabro foi descoberto pelos operários da empresa durante a fase de processamento dos resíduos, antes da sua trituração. As autoridades de saúde que foram chamadas ao local suspeitam que o corpo corresponde a uma criança com mais de 20 semanas de vida. A investigação do alegado crime de homicídio estará a cargo da #Polícia Judiciária.

A horrenda situação ocorreu pouco depois das 12 horas desta terça-feira, 20 de Outubro, em Sermonde, nas instalações da Suldouro – Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos, que se dedica ao tratamento e valorização do lixo produzido nos concelhos de Vila Nova de Gaia e de Santa Maria da Feira, abrangendo uma população superior a 443 mil habitantes.

O corpo do bebé, do sexo masculino, foi avistado dentro de uma mala metálica que se abriu quando os funcionários da Suldouro procediam ao tratamento do lixo antes do mesmo entrar na linha de trituração. A empresa parou imediatamente os trabalhos no aterro sanitário, tendo alertado as autoridades. De acordo com o jornal Público, a Delegada de Saúde de Vila Nova de Gaia deslocou-se ao local, onde confirmou o óbito, tendo também confirmado tratar-se do corpo de um bebé com cerca de cinco meses de vida.

A ocorrência foi registada por uma patrulha da Guarda Nacional Republicana que manteve a zona isolada até à chegada dos peritos e investigadores da Polícia Judiciária, entidade que terá sob sua responsabilidade toda a operação inerente à recolha de elementos de prova que possam identificar a origem e localizar o(s) suspeito(s) autor(es) da prática daquele #Crime de homicídio. Por outro lado, após esta acção por parte da polícia criminal, que ainda estava a decorrer no momento de redacção deste texto, o cadáver será removido para o gabinete do Instituto de Medicina Legal, onde será realizada a respectiva autópsia e exames forenses complementares que ajudem a esclarecer o macabro caso.