Três rapazes, com idades entre os 17 e os 20 anos, morreram ao início da noite desta segunda-feira, 7 de Dezembro, ao serem colhidos por um comboio junto ao apeadeiro de Águas Santas - Palmilheira, no concelho da Maia. Dois dos jovens são de nacionalidade espanhola e o terceiro é português, e deveriam estar acompanhados por outros dois rapazes que se puseram em fuga. Os #Bombeiros, com o auxílio da equipa médica do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), ainda procederam a manobras de reanimação a uma das vítimas, mas sem sucesso. O caso está a ser investigado pelas autoridades.

O alerta foi dado pouco antes das 20:30 horas, depois que um comboio que circulava na linha do Douro colheu os três jovens, projectando-os para fora do caminho-de-ferro. Quando os Bombeiros Voluntários de Moreira da Maia chegaram ao local, encontraram duas vítimas. Uma com traumatismo craniano e sem sinais vitais de vida, e a outra em paragem cardiorrespiratória, tendo então iniciado manobras de suporte básico de vida, que viriam a ser prosseguidas pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do INEM. Contudo, apesar do esforço, os socorristas não conseguiram reverter o estado.

Algum tempo depois, e após buscas à zona, os bombeiros acabariam por localizar um terceiro jovem, também sem sinais vitais de vida, que teria sido projectado para um silvado no momento do atropelamento. De acordo com informações prestadas aos jornalistas por Amadeu Costa, da corporação de bombeiros de Moreira da Maia, tudo leva a crer que os jovens estariam a pintar grafites numa carruagem ferroviária que estava parada no local, quando foram colhidos por um comboio que circulava em sentido contrário. Isto porque foram encontradas várias latas de tinta espalhadas ao longo da linha e junto dos corpos.

Entretanto, a TVI citou algumas testemunhas que disseram terem visto um grupo de cinco jovens a chegarem num automóvel, de matrícula espanhola, e com os rostos tapados com lenços e gorros. O veículo acabaria por ser removido por agentes da #Polícia de Segurança Pública. Por sua vez, os três cadáveres foram recolhidos e transportados para o gabinete do Instituto de Medicina Legal.