Famílias numerosas de Vila Nova de Famalicão vão beneficiar já este ano com as novas mexidas no custo de água. A medida que agora passa a vigorar foi discutida e aprovada por unanimidade na Assembleia Municipal. Neste pacote de alterações inclui-se também o saneamento, recolha de lixo e a fatura de água. Trata-se de um alívio que passa a pesar menos no bolso do consumidor.

Em termos práticos, uma família com dois filhos consegue em média poupar 10% na fatura do mês, onde se incluem o saneamento e resíduos. Esta mudança beneficia os agregados familiares mais numerosos. O presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, lembrou em declarações ao jornal Opinião Pública estar-se perante “uma descida muito significativa” e aproveitou para recordar que tem sido preocupação da autarquia privilegiar as famílias cujo agregado esteja acima dos dois filhos. O autarca famalicense teve o cuidado de referir que os consumidores fora destes parâmetros, e devido a esta alteração dos tarifários, vão sentir a descida na sua fatura mensal.     

A nova tabela de preços de água, saneamento e resíduos introduz vários escalões de taxa variável, que incentivam o consumidor a fazer uma utilização dos consumos de uma forma responsável, permitindo, no futuro, uma redução sustentada nos custos da faturação e em que o número de elementos do agregado é sempre tido em conta. Portanto, as famílias com consumos estabilizados e sem ultrapassarem os considerados elevados vão ser premiadas por terem essa preocupação para com as questões ambientais.

Quanto à tarifa social, continuará a atribuir isenções tendo em conta a situação económica do agregado e haverá descidas importantes no montante final a pagar. Este é um dos casos em que as reduções poderão atingir os 50 por cento. Os números avançados representam um desperdício de cerca de 19% do total da água que é injetada nas canalizações. A descida de água é o resultado da entrega da recolha de resíduos a privados, lembrou o presidente em declarações ao jornal Opinião Pública. O autarca defende que quem produz menos lixo terá de pagar menos. De referir ainda que a água consumida no concelho de Famalicão está assegurada pelo sistema Águas do Norte. A população com acesso à rede ultrapassa as 120 mil pessoas; quanto ao volume de água a distribuir atinge os 22 mil m3/dia. Quanto à extensão da rede concelhia, ultrapassa os mil quilómetros, já a cobertura é superior a 90% do território.    #Ambiente #Autarquias