Uma mulher, de 80 anos, morreu na tarde desta quinta-feira, 6 de Outubro, na sequência de um despiste de um autocarro. O veículo pesado de passageiros abalroou uma paragem do Metro do Porto, numa principal avenida de Matosinhos, atingindo outras quatro pessoas, entre elas uma jovem de 26 anos. As vítimas foram socorridas no local e transportadas para o Hospital Pedro Hispano. As causas do acidente, que envolveu outros veículos, estão a ser investigadas pelas autoridades.

Desconhecem-se, para já, as causas que estarão na origem do despiste de um autocarro, pertencente à empresa “Resende”, na Avenida Engenheiro Duarte Pacheco, em Matosinhos. Sabe-se que o veículo pesado de passageiros perdeu o controlo e abalroou uma paragem do Metro do Porto, junto à doca e mercado local, atingindo várias pessoas que se encontravam no local. O autocarro viria depois a embater na traseira de um outro veículo pesado de passageiros que estaria parado, chocando, ainda, com um automóvel ligeiro.

Aquele acidente, ocorrido pouco depois das 15 horas desta quinta-feira, 6 de Outubro, provocou a queda da estrutura da paragem sobre várias pessoas que ali se encontravam. O primeiro socorro foi prestado por alguns populares, que retiraram de imediato os escombros da paragem de cima das vítimas. No entanto, apesar de ainda apresentar sinais vitais, uma mulher de cerca de 80 anos, viria a falecer. Outras quatro pessoas, entre as quais uma jovem de 26 anos, sofreram ferimentos, tendo sido transportadas para o Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos. De entre os quatro feridos, um deles o próprio motorista do autocarro acidentado, um deles foi considerado em estado grave.

O socorro foi prestado por mais de duas dezenas de operacionais dos bombeiros e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), auxiliados por mais de 10 viaturas. A ocorrência foi registada pela Polícia de Segurança Pública que recolheu vários elementos no sentido de investigar as circunstâncias e as causas que estarão na origem daquele trágico acidente. #Acidente Rodoviário #Óbito