O Orfeão da Madalena encerrou as comemorações do seu 89º aniversário com a realização de uma sessão solene, que se teve lugar na sua sede. Trata-se da mais antiga instituição da freguesia da Madalena, que faz parte do concelho de Vila Nova de Gaia.

A coletividade tem ativas a escola de dança, a escola de #Música e o coro infanto-juvenil e dá enfoque à formação de jovens. O trabalho realizado pelo Orfeão da Madalena mereceu, recentemente, um voto de louvor por parte da Assembleia de Freguesia da Madalena.

“O nosso objetivo passa por engrandecer a coletividade, promover a cultura e as tradições da freguesia”, referiu Ana Maria Pinto de Sousa, Presidente da Direção do Orfeão, durante a sessão solene.

A recuperação física da sede social é a prioridade para os próximos tempos. A direção espera poder contar com a ajuda das autoridades concelhias, dos associados e dos amigos da coletividade.

As comemorações do 89º aniversário contaram, para além da sessão solene, com uma cerimónia de hasteamento da bandeira e com uma missa solene na Igreja Matriz da Madalena.

A sessão solene ficou marcada pela entrega de medalhas aos sócios com 50 e 25 anos de ligação à coletividade e pela atribuição de prémios de desempenho escolar a alunos do #Ensino básico do Agrupamento de Escolas da Madalena.

O Agrupamento é composto pela Escola Básica da Madalena, Escola Básica/Jardim de Infância do Maninho, Escola Básica/Jardim de Infância da Pena, Escola Básica/Jardim de Infância do Marmoiral e pelo Jardim de Infância da Quinta do Vale.

Os premiados:

Prémio Padre Manuel José Ferreira Torres: Ariana Filipa da Silva Pereira

Prémio Jacinto da Silva Oliveira: Rafael Resende Correia

Prémio Manuel Marques: Afonso dos Santos Martins

Prémio Junta de Freguesia da Madalena: Ana Carolina Leirosa

Prémio António Francisco de Sousa: Rodrigo Martins Dias

Prémio D. Olívia Pires Ferreira: Matilde de Pinho Poças Ferreira Ribeiro

Prémio Manuel da Silva Leite Júnior: Firmino Rúber e Tomás Melo Costa

Prémio Alberto Pereira Matos: Beatriz Sofia Baía Rebelo

Prémio José Pereira de Castro: João Pedro Oliveira Rocha

Prémio Orfeão da Madalena: Gonçalo Ribeiro Amanajás Santos #Educação