Uma adolescente de 17 anos, que estava internada em estado considerado grave no hospital, morreu na tarde desta quarta-feira, 29 de Março. Telma Silva estava hospitalizada desde segunda-feira após ter sofrido um #Acidente de viação. Do acidente resultaram, ainda, ferimentos em outras vítimas, estando ainda internados uma mulher de 30 anos e uma criança de 7 anos. Uma outra menina, de 9 anos, já tinha tido alta hospitalar. O violento acidente ocorreu no concelho de Gondomar e resultou de uma colisão entre um pesado de mercadorias e um ligeiro de passageiros.

A notícia da morte de Telma Silva, de 17 anos, foi avançada esta sexta-feira (dia 31 de Março) pelo Jornal de Notícias.

Publicidade
Publicidade

Segundo o mesmo jornal, a jovem encontrava-se internada na unidade dos cuidados intensivos do Hospital de São João, no Porto. Na mesma instituição hospitalar mantinham-se internadas, na unidade de Cirurgia Plástica, Clarinda Barrela, de 30 anos, bem como a pequena Ana Raissa Barrela, de apenas 7 anos. Por sua vez, Helena Barrela, de 9 anos, também deu entrada naquele hospital, mas acabou por já ter tido alta médica.

De referir que aquele acidente ocorreu em São Pedro da Cova, no concelho de Gondomar, tendo provocado sete feridos. Os elementos fornecidos pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e pela Guarda Nacional Republicana (GNR) nunca coincidiram relativamente ao número de feridos e o seu estado de gravidade. As vítimas deram entrada no Hospital de São João como feridos politraumatizados, apresentando-se um estado instável que forçou a sua permanência nos cuidados intensivos.

Publicidade

O alerta para o acidente foi dado por cerca das 15 horas da passada segunda-feira, dia 27 de Março, dando conta de uma colisão entre uma viatura ligeira de passageiros e um veículo pesado de mercadorias, ocorrida na Estrada de D. Miguel, São Pedro da Cova. Para facilitar as operações de socorro e a remoção dos veículos acidentados, a circulação automóvel naquele troço esteve cortado, nos dois sentidos, durante cerca de duas horas. Os indícios apontam para que o automóvel conduzido por um jovem de 19 anos, que viajava com excesso de lotação, terá entrado em despiste, vindo a colidir frontalmente com o pesado de mercadorias.