As investigações em psicologia não param de surgir para que, a cada dia, se possa compreender melhor o funcionamento da mente humana e o modo como a podemos potenciar. Apesar de anualmente serem publicados centenas de estudos, alguns destacam-se mais do que outros por conseguirem delinear um caminho claro para se poder ter uma vida melhor, mais saudável e mais feliz. Hoje partilhamos três descobertas feitas em 2014, e algumas dicas.

1. Procuramos a felicidade nos lugares errados

Tipicamente, consideramos que os maiores eventos que ocorrem nas nossas vidas, como realizar grandes compras ou obter imenso sucesso, são as principais fontes de felicidade. Contudo, um estudo realizado na Universidade de Harvard por Zhang e colaboradores revelou que são as pequenas coisas do dia-a-dia que nos deixam mais felizes. Lição: esteja mais atento às pequenas coisas que acontecem na sua vida diária. Elas fazem toda a diferença!

2. Conexão mente-corpo

Mindfulness é um conceito que já todos ouvimos e que se refere a estarmos conscientes dos nossos próprios pensamentos e sentimentos. Algumas investigações realizadas durante o ano de 2014 vieram demonstrar que a auto-consciência emocional poderá ajudar a melhorar a saúde de um modo geral. Um estudo, realizado na Universidade de Brown por Loucks e colaboradores, demonstrou que as pessoas que estão mais conscientes dos seus pensamentos e sentimentos apresentam menos IMC (índice de massa corporal), glicémia mais baixa, fumam menos e praticam mais exercício físico.

3. Combater o negativismo e a ansiedade

Pensamentos negativos e obsessivos estão associados a problemas emocionais e psicológicos. Alguns estudos realizados em 2014 demonstraram que existe uma relação clara entre o acto de se deitar tarde, o sono inadequado e os pensamentos negativos. Mas serão precisos ainda mais estudos para corroborar estes resultados. Seja como for, não tem nada a perder: tente ir para a cama mais cedo e durma pelo menos 8 horas diárias. Quem sabe os seus pensamentos negativos e a sua ansiedade não começam a reduzir? #Curiosidades