O uso do aloé-vera data do antigo Egipto, cerca de 3.500 AC, tendo os seus registos sido descobertos num manuscrito da altura. Também médicos romanos e Gregos usavam já esta planta obtendo maravilhosos resultados. As belas rainhas egípcias Cleópatra e Nefertiti consideraram o aloé como o melhor tratamento de beleza. Mas será que conhecemos bem esta planta?

Sabemos hoje que existem mais de 200 espécies de aloé, sendo que apenas 3 ou 4, possuem os benefícios de há muito reconhecidos. Aloé-Vera Barbadensis será a espécie mais "potente" no que concerne a tais efeitos. Assemelha-se a um cacto mas é, na realidade, parente das cebolas, alho e espargos. A maturidade da planta é atingida em cerca de 4 anos. Nessa altura, a seiva pode ser recolhida e armazenada. Esta seiva, contém aproximadamente 18 aminoácidos, 12 vitaminas, 20 minerais, e ainda água e outros 200 componentes vegetais activos. Julga-se que a sua génese teve lugar em África e é, por isso, também conhecida como "lírio do deserto".

De entre muitas das suas características, destacam-se as seguintes:

- Acção anti-cancerígena: acredita-se que a planta tem a capacidade de reduzir o desenvolvimento de tumores, quando utilizada como terapia complementar.

- Acção digestiva: possui inúmeras enzimas que auxiliam na actividade digestiva.

- Acção anti-inflamatória: tem capacidade de auxiliar no tratamento de infecções, queimaduras e inflamações. É óptima para a cicatrização de feridas.

- Acção nutritiva: por possuir aminoácidos importantes estimula a formação de novas células.

- Acção hidratante: pela sua percentagem de água e pela composição do seu gel é um excelente hidratante cutâneo.

- Acção regeneradora: contribui para a eliminação de células antigas e para a formação de novas.

Mas, e como preparar o aloé-vera para consumo?

Existem várias receitas. Por exemplo, para o tratamento de feridas, pode cortar-se uma folha da planta, recolher o sumo e colocá-lo sobre a ferida. Existe também a possibilidade de abrir cerca de 2 folhas de aloé-vera, misturar num liquificador com 1 litro de água e uma colher de mel. Esta mistura poderá ser ingerida várias vezes ao dia! #Natureza