O Reiki é uma terapia complementar que está inserida nas terapias e medicinas do campo bioenergético, segundo o conceito da NCCAM - Natinal Center for Complementary and Alternative Medicine, agência dos E.U.A., que se dedica à explicação rigorosa das medicinas complementares e alternativas, segundo o prisma da ciência. Reiki significa: Energia universal (Rei - Universal e Ki - Energia), sendo um método japonês, desenvolvido por Mikao Usui, no século XIX. Desde aí o Reiki tornou-se uma terapia universal, que permite revitalizar, equilibrar e auxiliar a pessoa no seu processo de cura, sendo possível utilizá-la em qualquer situação ou lugar. É uma terapia que não faz diagnósticos, sendo um auxiliar de outras terapias, potenciando os tratamentos e intervenções.

Como funciona o Reiki

O reiki tem como efeitos aumentar e estimular o poder e a capacidade auto curativa da pessoa. Uma sessão de reiki pode durar de 30 minutos a 1 hora e meia, em que o paciente pode estar sentado ou deitado, e o terapeuta faz um contacto leve (ou mesmo sem contacto) com as mãos em determinados pontos do corpo do paciente, sem exercer pressão ou manipulação de algum tipo. Esse contacto produz no paciente uma sensação de relaxamento, aliviando-lhe o stress, aumentando as defesas do corpo, ajudando-o a debelar, por exemplo, uma infecção ou outras doenças, produz alívio em estados de depressão e cansaço físico e mental, reduz efeitos nocivos de fármacos, acelera a recuperação de estados patológicos e estimula o sistema imunológico. O reiki é também empregue como técnica de auto-ajuda, podendo ser feito auto-tratamento.

Os pressupostos do Reiki

O reiki aborda o ser humano, segundo uma perspectiva holística, ou seja como um todo, nas suas dimensões física, emocional, mental e energética. Segundo os estudos realizados pelos professores Ricardo Monezi e Ricardo Garé, da Universidade de São Paulo, esta terapia provoca alterações em todas estas diferentes dimensões, trazendo equilíbrio a todo o corpo.

O reiki está integrado em vários hospitais no Brasil, E.U.A., Reino Unido e Espanha, como terapia complementar. No hospital de Hartford, o programa de Reiki, recebeu as honras do prémio "ASVVS - Extraordinary Program". No nosso país realizou-se um estudo de dois anos no hospital S. João do Porto a doentes oncológicos, com grande sucesso.