O corpo humano é uma verdadeira maravilha. Uma obra de arte, que nos surpreende, praticamente a cada dia que passa. Um relatório do jornal The Guardian revela a existência de um grande número de processos complexos no interior do corpo, que as pessoas desconhecem. Eis a mais recente lista:

  • Somos mais altos de manhã do que à noite - O corpo é um centímetro mais alto na parte da manhã, devido ao excesso de fluidos entre os discos da coluna vertebral. Ao longo dia, a tensão no corpo aumenta. Por isso, os discos da coluna são comprimidos e o fluido escoa para fora deles.
  • Temos uma "impressão lingual" exclusiva - Assim como todos possuímos uma impressão digital única, que utilizamos como marca de identidade, a língua tem uma impressão original, também. Um estudo mostra que ela tem "informações da forma geométrica e da textura fisiológica que são potencialmente úteis em aplicações de verificação de identidade".
  • O nosso estômago produz um novo revestimento a cada três dias - O revestimento gástrico possui uma camada de muco que protege as paredes do estômago do ácido produzido durante a digestão. O livro Anatomy for Holistic Therapists (Anatomia para Terapeutas de Holística), de Colin Paddon, revela que o muco alcalino neutraliza o ácido, formando assim uma barreira. O revestimento do estômago renova as suas células a cada três dias, uma vez que não pode resistir ao ácido por muito tempo.
  • O coração renova-se a ele próprio, três ou quatro vezes ao longo da vida - Pensava-se que o coração não podia renovar-se e que acompanhava a idade da pessoa. Contudo, uma nova pesquisa feita por especialistas do New York Medical College constatou que o coração contém células estaminais que o ajudam a renovar-se a cada 20 anos.
  • O apêndice armazena bactérias boas - Uma nova pesquisa descobriu que o apêndice é útil às bactérias que ajudam o sistema digestivo. É um armazém para as bactérias boas e benéficas. Quando estas bactérias acabam por sair do sistema, o apêndice fá-las crescer novamente.
  • Existem ácaros nas pestanas - Segundo o The Guardian, estes ácaros são pequenas criaturas que vivem sobre a pele velha e sobre o sebo produzido nos folículos capilares. São inofensivos, transparentes e quase metade da população os tem.

Pelos vistos, o corpo humano continua a ser um dos mistérios intermináveis da ciência. #Curiosidades