Com a agitação do dia-a-dia, corremos de um lado para o outro e nunca sabemos qual o momento certo para parar. O nosso organismo vai dando sinais que cada vez mais são ignorados e, no final, nem nos apercebemos que estamos em dívida com a cama. Basta sentarmo-nos durante três minutos e aguentar o peso da cabeça e das pálpebras é já uma tarefa muito árdua. Este é, aliás, um dos alertas mais evidentes de que algo não está correcto e que deve, com a máxima urgência, dormir mais. Adormecer rapidamente, andar mais impulsivo, mais esquecido, discutir com mais frequência, estar mais aborrecido ou simplesmente não aguentar um lugar escuro são alguns dos sintomas de que anda a dormir pouco.

Em paralelo, a Cosmopolitan identificou algumas dicas, referentes à sua própria imagem, e que evidenciam o que há muito tempo é lógico: não anda a dormir o tempo suficiente. Arranje sempre disponibilidade para descansar, nunca é perda de tempo. No final, o seu bem-estar irá certamente agradecer. Ora vejamos. A partir das dicas avançadas pela Cosmopolitan, verifique se está entre este sem número de pessoas que pensa que dormir é uma perda de tempo.

Anda com problemas de pele? Ao dormir pouco, a humidade natural da sua pele reduz drasticamente, deixando-a seca e escamosa. Os sintomas do dia seguinte a uma noite mal dormida são bem conhecidos por todos nós. Quem já não teve que disfarçar a todo o custo as indesejáveis olheiras? Estas são o resultado da dilatação dos vasos sanguíneos, conhecida como stress do tecido vascular. Verifica que lhe têm aparecido mais rugas? Ao dormir, o seu organismo liberta um antioxidante natural conhecido por melatonina. Sem as preciosas horas para repor energias, o seu corpo não terá o tempo suficiente para fazer esta função, essencial na prevenção das rugas. Assim, se tem pânico a um envelhecimento precoce comece por descansar mais.

E borbulhas? Quando se sente cansado, mesmo que não se aperceba disso, as hormonas do stress, nomeadamente o cortisol, disparam a olhos vistos, o que terá como consequência o aparecimento de borbulhas. Neste aspecto, não se esqueça que ir dormir sem remover a maquilhagem, este é igualmente um forte aliado das borbulhas. Já ouviu falar dos olhos de besugo? No seguimento do tópico anterior, com o aumento do cortisol, o organismo começa a reter maior quantidade de água. Assim, sendo a pele dos olhos a mais fina de todo o nosso corpo, é aí que este sintoma se torna mais evidente.

A sua balança anda a denunciar uns quilinhos a mais e não tem comido mais do que o habitual? A culpa é da privação do sono. Como consequência, o corpo liberta, em excesso, grelina, uma hormona que estimula a fome, ao mesmo tempo que bloqueia a leptina, uma hormona que nos alerta de que estamos saciados. Assim, apesar de gastar mais energia, quem passa mais tempo acordado ingere uma quantidade de calorias maior do que gasta.

Além de todos estes sintomas, não se esqueça ainda que dormir poucas horas por noite pode ainda levar à morte de 25% das células cerebrais. Por isso, pare um pouco e preserve o tempo passado com a sua cama.