Depois de ficarmos a conhecer o que são os chakras e quais são, resta-nos conhecer cada um dos sete, um a um. O primeiro chakra, apelidado em sânscrito de Muladhara (mula significa raiz), mais conhecido como chakra base ou raiz, está situado na base da espinha dorsal acima do cóccix e está relacionado com o poder criador da energia sexual. Esta energia sexual está intimamente relacionada com a energia espiritual - daí a existência de um ramo na ayurveda, a vajikarana, que visa converter esta energia sexual em energia espiritual. Daí também a questão do celibato como uma forma de atingir um nível elevado de espiritualidade. É por isso mesmo o chakra associado ao kundalini, a energia sexual/espiritual.

Quando este chakra está bloqueado ou exaurido de energia pode indicar distúrbios ao nível da sexualidade ou disfunções endócrinas. Quanto ao comportamento, quando este chakra está bloqueado ou fraco de energia, existe uma tendência para sentir muitos medos e inseguranças, para ser-se mais nervoso. Pelo contrário, quando energizado em excesso pode indicar excesso de hormonas, sexualidade exacerbada ou até mesmo levar ao aparecimento de tumores no local. No comportamento, o individuo com o seu chakra raiz energizado em excesso tem tendência a ser muito materialista e ganancioso. Também poderá demonstrar comportamentos obsessivos no que diz respeito à procura pela segurança e resistir de forma exagerada à mudança - ou a tudo o que represente sair da zona de segurança.

O chakra base regula as glândulas supra-renais, as pernas, a bexiga, intestino grosso, próstata, ânus - o sistema de eliminação. Governa a coluna vertebral e os rins. A cor associada é o vermelho e é um chakra associado à energia vital, ao enraizamento, à segurança, à estabilidade e confiança. Também está relacionado com o atingir dos objectivos.

Existem muitas formas de abrir e fortalecer os chakras. Uma delas é através dos mantras e o mantra associado a este chakra é Lam. Tal como qualquer mantra, basta entoar a palavra Lam de forma a que ela ressoe no interior. Também podem ser usadas pedras ou cristais na energização do chakra é o rubi, a pedra obsidiana e a turmalina negra. E ainda temos os mudras (mudra significa "selo" em sânscrito) que são gestos simbólicos e que têm, cada um deles, um efeito especifico. Para o chakra raiz, o mudra usado é gyan, que, como mostra a imagem, consiste em usar o dedo indicador a tocar no polegar enquanto os outros se mantém relativamente relaxados.