Foi divulgado um estudo que estabelece o intervalo de horas ideal que cada pessoa deve dormir, de acordo com a idade. É do conhecimento geral que dormir o número certo de horas é muito importante para preservar uma saúde de ferro, uma vez que dormir pouco (ou muito) pode comprometer a saúde individual. Diminuir o stress, controlo do apetite, melhorar o humor, melhorar a memória e o raciocínio e rejuvenescer a pele, são alguns dos benefícios que dormir proporciona, mas para isso é necessário saber qual o número de horas que cada um deve dormir. Os distúrbios recorrentes de noites mal dormidas podem trazer implicações diretamente relacionadas com a obesidade, défice de atenção ou disfunções psíquicas.

Segundo um estudo publicado pela National Sleep Foundation, uma fundação que se dedica à "avaliação da literatura científica do sono", à medida que envelhecemos as horas de sono necessárias são cada vez menos, mas nunca menos de sete horas. Os especialistas atualizaram as horas que cada pessoa deve dormir em função da idade. Assim sendo, os recém nascidos devem dormir entre 14 a 17 horas, as crianças entre os 4 e os 11 meses devem dormir entre 12 a 15 horas, crianças com 1 e 2 anos devem dormir entre 11 e 14 horas, os adolescentes com idades compreendidas entre os 14 e os 17 anos aconselham a dormir entre 8 a 10 horas, os jovens adultos com 18 a 25 anos devem dormir entre 7 e 9 horas, os adultos que se encontram na faixa etária entre os 26 e os 64 anos devem dormir igualmente entre 7 a 9 horas e, por fim, os adultos com 65 ou mais horas devem dormir entre 7 a 8 horas.

Conforme refere o estudo, estes valores não são rígidos, uma vez que podem variar consoante a influência de outros fatores, como a condição física e a saúde. Para além das horas de sono recomendadas, seguem-se outras recomendações como reduzir o consumo de cafeína e de álcool nas horas antes de ir para cama e manter o telemóvel, tablet e computador afastados. Nas noites em que dormimos menos bem, devemos compensar com uma sesta.