A imagem, que se tornou viral, capta o momento de sofrimento de um médico que foi incapaz de salvar a vida de uma jovem de 19 anos, num Hospital da Califórnia, Estados Unidos. A fotografia terá sido captada e publicada no facebook por um colega, também médico, cuja intenção foi expressar ao Mundo que os médicos também ficam abalados, tristes e derrotados quando não conseguem cumprir aquilo para o qual estudaram e que tanto anseiam no dia-a-dia: salvar vidas. "Os médicos não são imunes aos sentimentos", anunciaram no programa de televisão norte-americano "News Channel", após entrarem em contacto com o médico que compartilhou a referida foto. Segundo a mesma publicação, os médicos do Hospital, garantiram que após este desabar de emoções do colega de trabalho, ele terá voltado ao serviço "de cabeça erguida".

A imagem foi originalmente publicada no facebook com a legenda: "O homem da fotografia não conseguiu salvar um dos seus pacientes", escreveu o também médico, que trabalha num serviço de Urgências, na Califórnia. Mais tarde explicou: "Apesar de lidarmos com estas situações no nosso trabalho, os pacientes que costumamos perder são idosos, doentes ou uma combinação dos dois. Mas a paciente que morreu tinha apenas 19 anos e, para ele, isto foi um daqueles momentos que temos à vezes, que nos atingem com muita dor". A imagem foi, depois, partilhada no Reddit, onde já tem milhares de comentários e de visualizações, onde se pode ler toda a compaixão que a fotografia está a despertar entre os internautas, numa onda de solidariedade com o trabalho dos médicos.

"Eu também perdi o meu pai no ano passado, por um problema cardíaco. Começou a sentir uma dor estranha no peito e uma hora depois estava morto. Ele era um homem perfeitamente saudável de 49 anos. Os médicos garantiram-nos que ele ia ficar bem. Quando ele morreu, os médicos que estavam a tratar dele ficaram destroçados. Eu consegui ver isso nos olhos deles. E ligaram várias vezes para nossa casa durante o último ano, para saber como é que a minha família estava. Os médicos não recebem o crédito que merecem", pode ler-se num dos comentários à publicação no Reddit, num claro apoio aos médicos.