Pode dizer-se que os sumos detox ao acordar são o último "grito da moda" no que diz respeito à perda de peso, mas os especialistas dizem, "não faça isso". Os sumos ao pequeno-almoço, em jejum, vão ter a longo prazo o efeito contrário ao desejado, possivelmente abrindo o apetite e levando um consumidor de sumos detox a fazer lanchinhos, geralmente bastante calóricos pouco depois de os tomar. Os sumos detox são muito bem triturados, líquidos, feitos com frutas, legumes, vegetais e até alimentos que nunca se pensou que pudessem fazer parte de um sumo, como é o caso das folhas de couve e espinafre. É uma moda mundial e existem até comunidades de troca de receitas. Fácil, prático e nutritivo? Não é bem assim.

Após um dia agitado todos devemos ter uma noite de descanso. São muitas horas de sono sem que seja ingerido alimento nenhum. A especialista em nutrição e docente da Universidade de Coimbra, Catarina Almeida, afirma em entrevista exclusiva que começar o dia com um sumo pode parecer refrescante e saudável, mas pode prejudicar o curso normal do sistema digestivo. #Alimentação #Vida Saudável

Um estudo efectuado pela unidade de Nutrição dos Hospitais de Coimbra revela que com as horas normais de repouso nocturno, beber um sumo é "expor as vitaminas antioxidantes à oxidação e provocar uma perda desmesurada de fibra necessária ao organismo". Um sumo detox, como não é mastigado leva o corpo a não se aperceber do que comeu, podendo abrir o apetite e obrigando o seu consumidor a fazer lanches que geralmente acabam por ser bastante calóricos numa tentativa de repor os níveis de açúcares no sangue.

A nutricionista explica que a oxidação que se vai fazer notar por se ingerir um sumo vai originar vários problemas, inclusivamente o envelhecimento precoce da pele, falta de tonificação e até perda de dentes. Catarina Almeida aconselha a que "se optar por beber um sumo pela manhã que o faça como um puré que tenha a necessidade de ser mastigado (com pedaços) ou um smothie não muito líquido, para que o processo de ingestão e digestão seja completo". Acrescenta ainda que "beber um sumo sem ser completamente líquido, com bocados inteiros, ajuda a queimar muito mais calorias devido ao maior esforço que é gasto na sua digestão" e conclui que "a sensação de saciedade vai ser bastante superior e provavelmente só sentirá novamente fome horas depois".

A equipa responsável pelo estudo indica que se não se conseguir ingerir um puré de frutas e legumes se opte por ingerir os alimentos no seu estado mais natural possível pois "Só assim, se conseguem preservar as suas vitaminas porque no processo de liquidificação e trituração pelo qual passam para que sejam transformados em sumo também vai destruir grande parte dos seus compostos que são benéficos ao organismo".