"Demência: Uma Prioridade de Saúde Pública" é o nome do relatório apresentado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Segundo esta organização, é diagnosticado, a cada 4 segundos, um caso de demência. Nesta urgência de um plano de atuação, surge, entre outras, a iniciativa "Café Memória", numa parceria entre a Sonae Sierra e a Associação Alzheimer Portugal. Lançada em abril de 2013, com a ajuda de profissionais de saúde e de ação social, procura promover o apoio mútuo e o partilhar de experiências de quem se costuma alhear da comunicação e excluir socialmente. Um café e muita conversa fazem parte de um encontro informal que pretende reavivar momentos, ideias e pensamentos dos que há muito esquecem.

Bebemos um café onde?

O "Café Memória" é itinerante e chega a muitos locais do país. Tudo dependente da vontade das autarquias, fundações, associações e voluntários interessados num problema de grande preponderância na sociedade do século XXI. Desde o seu lançamento, os encontros alternam-se entre os restaurantes Portugália do Centro Colombo e do CascaiShopping. Com a assinatura de uma parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, surgiram mais dois novos cafés, com sessões na Cafetaria do Museu de S. Roque e no Espaço Santa Casa, em Lisboa. 2014 foi um ano muito frutífero neste âmbito, onde se destacam as adesões da Associação Coração Delta e da Santa Casa da Misericórdia de Campo Maior, bem como das fundações Montepio e Calouste Gulbenkian, no Porto, e da Câmara Municipal de Viana do Castelo, em sintonia com a associação HOPE. Oeiras e Viseu fazem, agora, também parte do projeto.

Numa visão mais lata, podemos dizer que a iniciativa do "Café Memória" está inserida num outro projeto, o Cuidar Melhor, que conta com uma linha de apoio (210 157 092) e pretende, acima de tudo, ajudar os cuidadores de pessoas com demência.

"O balanço positivo destes dois anos de atividade demonstra a relevância da iniciativa, bem como o impacto real e positivo na qualidade de vida das pessoas. É muito gratificante podermos ser um agente facilitador e mobilizador deste ponto de encontro e sentirmos que ao longo destes dois anos fizemos a diferença na vida de muitas pessoas", explica Elsa Monteiro, Diretora de Sustentabilidade e Comunicação Corporativa da Sonae Sierra.

Sensibilizar a comunidade, promovendo um envolvimento ativo nesta missão, encorajar a interação entre os participantes num ambiente protegido e confortável, apresentação de temas e realização de atividades lúdicas e estimulantes são alguns dos tópicos de cada café. Para participar, basta aparecer, sem quaisquer marcações ou encargos.

Números preocupantes

Hoje, mundialmente, estimam-se cerca de 35,6 milhões de pessoas a viver com demência. Prevê-se a duplicação destes dados até 2030 (65,7 milhões) e a triplicação em 2050 (115,4 milhões). Atualmente, os custos com situações de demência são de mais de 604 mil milhões de dólares por ano, incluindo prestação de cuidados de saúde e serviços sociais, assim como a redução ou perda de rendimentos das pessoas com demência e dos seus cuidadores. #Família #Causas