Os cientistas suecos da Universidade de Uppsala elaboraram um estudo e concluíram que para viver mais tempo a refeição ideal é peixe e vegetais. As pessoas que adotam esta regra, dificilmente estarão a expostos a problemas cardíacos, entre outros, e tem fortes hipóteses de viver mais 15 anos. Para chegar estas conclusões, foram examinados vários suecos (cerca de 4.000) com idade mínima de 60 anos. Compreendeu-se que as pessoas que apresentavam no sangue níveis mais elevados de gorduras poliinsaturadas (que são conseguidas a partir do peixe e dos vegetais) tem uma maior esperança média de vida.

Esta pesquisa, que foi revelada na revista científica Circulation, teve em conta as distintas formas de gorduras que se encontraram nos voluntários. Uma parte dos participantes foram observados pelo menos por 14,5 anos. Até à conclusão do estudo, tinham falecido 191 mulheres e 265 homens, e 190 mulheres e 294 homens foram vítimas de crises cardíacas.

Ulf Riserus, perito na área de nutrição e um dos responsáveis por esta investigação, revelou à Reuters que o estudo indica que os poliinsaturados e monoinsaturados são gordura positiva. São capazes de desenvolver colesterol saudável, sobretudo quando são ingeridos no lugar das gorduras saturadas ou das chamadas "trans". Riserus, refere ainda que estas gorduras estão presentes em peixes como o salmão, a truta ou o arenque, mas também nos abacates, azeitonas, nozes e em óleos vegetais (como por exemplo no azeiteóleos de girassol ou soja). 

Atualmente, os especialistas em nutrição aconselham que os adultos consumam através da gordura um valor máximo de 20% a 35% das calorias de que necessitam diariamente. Estas percentagens devem ser alcançadas a partir das "gorduras de qualidade". Quanto às gorduras saturadas, o seu consumo não deve ultrapassar os 10%.

Algumas zonas geográficas com maior esperança de vida

A cidade japonesa de Okinawa é uma das mais velhas do mundo. A análise às suas ementas permite constatar que incluem um consumo de 25% de açúcar, em contraste com 75% de consumo de grãos, peixe, soja e legumes. A esperança média de vida atinge os 90 a 100 anos.

O Mónaco segue o estilo mediterrânico e a esperança média de vida é de 89,73 anos!

Em Macau a esperança média de vida chega atualmente aos 84, 4 anos! Para tal muito contribui uma dieta rica em frutos do mar.

San Marino adota os pratos mediterrânicos e os seus habitantes em média chegam aos 83, 1 anos.

A Islândia, o país que se encontra mais a norte da Europa, apresenta, segundo o site Nômades Digitais, "Baixo nível de poluição, baixos índices de doenças comuns, como as cardíacas e depressão, além de muitos outros motivos que fazem com que a Islândia tenha uma média de vida de 81,28 anos". A sua #Alimentação é feita, por exemplo, de óleo de peixe, legumes, frutas silvestres, grãos integrais e chá preto.

A Austrália apresenta uma população dinâmica e com baixo índice de fumadores. O consumo de frutos do mar e de camarão grelhado ajudam a explicar a esperança média de vida entre os 79,2 e 83,7 anos! #Vida Saudável