Mais de 1 milhão de portugueses, com idades compreendidas entre os 20 e os 79 anos, sofria em 2014 de Diabetes. Os dados constam do relatório anual do Observatório Nacional da Diabetes, uma doença que, estima-se, afectava cerca de 387 milhões de pessoas em todo o mundo. O mesmo documento revela ainda que a Diabetes em Portugal representou, igualmente em 2014, um custo directo estimado entre 1300 e 1550 milhões de euros, mais 50 milhões de euros relativamente ao ano anterior. No sábado comemora-se o Dia Mundial da Diabetes, que será celebrado um pouco por todo o país.

O Dia Mundial da Diabetes foi instituído pela International Diabetes Federation (ID) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a 14 de Novembro, para prestar homenagem a Frederick Banting que, juntamente com Charles Best, descobriu, em 1922, a insulina. Aquele dia pretende também consciencializar os cidadãos para a Diabetes, procurando divulgar as respectivas ferramentas para a sua prevenção e demonstrar que é possível viver-se bem com ela. Desde que, obviamente, os diabéticos sejam acompanhados pelos cuidados de saúde necessários.

Um testemunho

O que não aconteceu, durante anos, a Manuel Soares. Segundo contou à Blasting News, a doença foi-lhe diagnosticada em 2009, ao verificar que uma simples ferida no pé “não havia maneira de curar”. Com a situação a piorar, acabou por recorrer às urgências do hospital, onde verificaram que os seus níveis de açúcar no sangue estavam alterados. Três dias depois “dava entrada no bloco operatório onde me foi amputado um dedo do pé, em risco de ficar mesmo sem o pé”, explica. Saiu do internamento cerca de 40 dias depois, medicado e insulinodependente. “Hoje em dia tenho de me injectar, pelo menos, três vezes ao dia, para além de tomar quase uma dezena de comprimidos devido às consequências da doença que durante anos estava a morar no meu organismo”, refere Manuel Soares, com 47 anos.

No entanto, os alertas para os malefícios da doença são dirigidos igualmente para as crianças e jovens. O relatório do Observatório Nacional da Diabetes informa que, em 2014, a doença atingia quase 3.500 menores de 19 anos.   

O que é a Diabetes?

É uma doença crónica que prevalece com a idade, sendo caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue. O que, em alguns casos, se deve à insuficiente produção de insulina. A doença, quando descompensada, poderá resultar em inúmeras consequências, atingindo vários órgãos, como rins, olhos (com destaque para a cegueira), nervos periféricos (podendo obrigar a amputações de membros) e sistema vascular. A Diabetes é apontada, actualmente, como uma das principais causas de morte, estando na origem, designadamente de doenças coronárias e cardiovasculares. #Casos Médicos #Vida Saudável