O açúcar faz mal, independentemente do número de calorias ingeridas. Deixar de consumir açúcar por apenas 9 dias pode melhorar drasticamente a saúde das pessoas, segundo um estudo publicado no jornal internacional "Obesity", a 27 de Outubro. A investigação foi realizada a 43 crianças obesas, com idades compreendidas entre os 8 e os 18 anos. Os jovens que participaram no estudo mantiveram a #Alimentação habitual, cortando apenas no açúcar. O objetivo não era a perda de peso mas avaliar o impacto da redução de glicose, mesmo durante um curto período de tempo.

Os resultados surpreenderam: o consumo de açúcar tem um impacto significativo na saúde, provocando uma redução da pressão arterial e do colesterol. É perigoso não por causa das calorias que contém, mas por causa da tensão que coloca no corpo ao nível do metabolismo. De acordo com Robert Lustig, pediatra e endocrinologista no Hospital Pediátrico Benioff, em São Francisco, nos EUA, estes resultados suportam a ideia de que os pais devem ter cuidado com a alimentação dos filhos, nomeadamente com a ingestão de açúcar, e estar conscientes dos efeitos negativos que pode provocar na saúde, diz ao jornal britânico "The Independent". "Calorias provenientes do açúcar são as piores porque transformam-se em gordura no fígado, provocando a resistência à insulina, risco de diabetes, coração e doença hepática”, reforça Robert Lustig.

Esta investigação do jornal "Obesity" leva-nos a concluir que devemos ter em conta o valor biológico dos alimentos, em vez de nos preocuparmos com o número de calorias. Na balança, o peso de uma maça e de um brigadeiro pode ser o mesmo mas, nutricionalmente, são bastante diferentes.

Efeitos negativos que o consumo de açúcar provoca na saúde das pessoas não são novidade. Obesidade e muitos problemas de saúde, como por exemplo diabetes, hipoglicemia, distúrbios gastrointestinais e mentais, são muitas vezes causados por uma má alimentação e ingestão excessiva de glicose. Neste sentido, o açúcar é considerado como um veneno mortal disfarçado.

Há cerca de um mês, Sacha Harland, um jovem holandês com 22 anos, decidiu passar um mês sem álcool e açúcar e mostrou as mudanças no corpo. A experiência foi mostrada no documentário intitulado "Guy gives up added sugar and alcohol for 1 month" (um rapaz abre mão do açúcar e álcool por 1 mês). O documentário mostra que, 25 dias depois de iniciar a dieta, Harland começou a sentir mudanças positivas na saúde. #Vida Saudável