Iniciar uma dieta envolve mudanças de hábitos e muita força de vontade. Todos os anos surgem dicas simples com um único objetivo em mente: perder peso. Alguns dizem que para perder peso é essencial cortar nos hidratos de carbono, nas gorduras, comer produtos light e até saltar refeições. Outras acreditam que iniciar corridas regulares é suficiente para perder os quilinhos extra. Serão estas informações verdadeiras?

O nutricionista Rob Hobson considera que muitas pessoas comprometem a dieta por praticarem erros simples. Conheça os oito maiores erros alimentares cometidos que o nutricionista refere e saiba como corrigi-los:

Comer muitas nozes e sementes

Nozes e sementes são alimentos saudáveis e oferecem uma boa dose de nutrientes. São altamente nutritivos e, portanto, são ricos em calorias. Por este motivo, deve ter cuidado com as porções que come para não acrescentar calorias em excesso. Por exemplo, opte por comer nozes e sementes no lugar de outros alimentos. 

Ignorar totalmente os hidratos de carbono

Algumas pessoas acreditam que para emagrecer não se pode ingerir pão, cereais, arroz e massa. Rob Hobson refere que cortar nos hidratos de carbono pode ajudar a emagrecer mas estes alimentos não devem ser totalmente retirados da #Alimentação e devem ser acrescentados, por exemplo, na sopa.

Comer muitas refeições

É comum as dietas apresentarem um elevado determinado de refeições durante o dia. Se está com fome é um bom método, caso contrário não ingira calorias desnecessárias.

Pesar-se muitas vezes

Perder o medo da balança é importante, mas pesar-se todos os dias não é aconselhável. Defina um objetivo e pese-se uma vez por semana, sempre na mesma balança e, de preferência, no mesmo horário.

Evitar gorduras

A gordura tem muitas calorias mas não é necessariamente responsável pelo aumento de peso. Opte por ingerir gorduras saudáveis, como por exemplo o azeite.

Não ser realista

Quando o tema é dieta muitas são as opiniões. Para atingir o seu objetivo tenha em conta que é essencial reduzir a ingestão de calorias e praticar exercício físico, já que a falta de actividade durante mais de quatro horas diárias (excepto nas horas de sono) vai desencadear uma maior acumulação de matérias gordas e desacelerar uma enzima que é essencial no controle das gorduras e do colesterol.

Confiar em “refeições de dieta”

Refeições com calorias contadas e produtos light devem ser consumidas com moderação. Estas refeições contêm grandes quantidades de açucar. Além disso, normalmente são compostas por vários químicos, como sódio, aspartame, glutamato monossódico, embutidos, integrais, flavorizantes e corantes e até podem ser um perigo para a saúde. O nutricionista aconselha que prepare as suas próprias refeições, já que é a forma mais fácil de controlar o que ingere.

Não adotar estratégias para o caso de não comer em casa

Se não vai comer em casa deve precaver-se para não comprometer a dieta. Por exemplo, não saia de casa com fome; opte por alimentos crus, tal como legumes picados; e evite o consumo excessivo de álcool. #Vida Saudável