A Organização Mundial de #Saúde (OMS) define as medicinas alternativas (ou terapias alternativas) como sendo “um conjunto amplo de práticas de atenção de saúde que fazem parte da própria tradição (de cada país) e estão integradas no sistema sanitário principal”. Engloba uma grande variedade distinta de métodos e terapias, contudo, todos têm como finalidade promover a saúde integral do doente (sem o uso de químicos ou fármacos) e proporcionar uma melhor qualidade de #Vida com a harmonização do campo energético do indivíduo. A designação "alternativas" destaca o facto de nem sempre serem reconhecidas enquanto práticas de caráter científico pela comunidade médica "tradicional", como também é vulgarmente designada a medicina comum.

Publicidade
Publicidade

Em seguida, veja algumas das terapias alternativas atualmente usadas no nosso país e o que as distingue. Todas estas técnicas visam a promoção da saúde e o bem-estar dos praticantes.

Acupuntura

A acupuntura tem como finalidade prevenir e tratar a falta de harmonia energética, física e psíquica.

Esta terapia alternativa consiste no uso de pontos de acupuntura e zonas reflexológicas do organismo utilizando a rede meridianos.

Fitoterapia

  • Na sua atuação terapêutica, usa substâncias provenientes de plantas frescas ou secas;
  • promove o aconselhamento dietético e orientação sobre estilos de vida saudáveis;
  • promove a saúde e a prevenção de doenças, possuindo diagnóstico próprio e tratamento.

Homeopatia

O uso de medicamentos homeopáticos, ao invés de combater a doença, estimula o organismo a lutar contra a doença.

Publicidade

Os tratamentos homeopáticos promovem a reorganização das funções vitais, estimulando os mecanismos de autorregulação.

Medicina Tradicional chinesa

Tem como finalidade, promover a harmonização energética.

Baseada na teoria da medicina tradicional chinesa (MTC), promove, através dos pontos de acumpuntura e meridianos, os seguintes métodos de tratamento, entre outros

  • Acupuntura;
  • Filoterapia;
  • Massagem tuiná;
  • a dietética da MTC;
  • Exercícios de Chi Kung;
  • Tai Chi.

Naturopatia

Tem como principal objetivo prevenir a doença e restaurar a saúde. Na sua prática, a naturopatia recorre ao uso de elementos naturais no seu processo terapêutico, nomeadamente:

  • Filoterapia;
  • Homeopatia;
  • Hidroterapia;
  • Geoterapia.

Osteopatia

Terapia direcionada para melhorar as funções fisiológicas, com incidência nos distúrbios neuro-músculo-esqueléticos.

Quiropatia

Apresenta semelhanças com a osteopatia, pois dá resposta aos mesmos problemas; contudo, foca-se principalmente na subluxação. #medicina alternativa