Ao longo do mês de janeiro o concelho de Palmela destaca a sua fogaça, dando vida a uma iniciativa bastante diversificada. Neste âmbito, a Câmara Municipal de Palmela juntou-se ontem à Rota de Vinhos da Península de Setúbal e à Confraria Gastronómica de Palmela, a fim de proceder à abertura desta ação.

A Igreja de S. Pedro, em Palmela, serviu de palco à Bênção das Fogaças, uma comemoração que registou uma boa afluência, visto este ano a cerimónia ter reunido a presença não só dos adultos, mas também das crianças e dos jovens do concelho. No entanto, para os mais pequenos, que se estrearam este ano como parte do coletivo desta cerimónia, a fogaça já não é novidade, dado que já tinham comparecido a algumas das sessões de promoção desta especialidade, desenvolvidas pelo grupo das Bibliotecas Escolares do Concelho de Palmela, na extensão do projeto "Ler+ adoç@ a Vida".

Apoiadas pelo município e pela Junta de Freguesia do concelho, a Confraria Gastronómica de Palmela e a Paróquia de Palmela desenvolvem esta homenagem anual a Santo Amaro, respeitando uma tradição já bastante antiga. Reza a história que existiam alguns biscoitos que eram oferecidos a este santo como forma de remunerar determinadas promessas e pedidos de proteção ao nível da saúde, das colheitas e do gado. Estes biscoitos eram as fogaças, que assumiam a forma do propósito ao qual se destinavam.

Adianta ainda registar que esta comemoração irá também englobar alguns fins de semana gastronómicos. Nos dia 16, 17, 18, 23, 24 e 25 de janeiro decorre a iniciativa "Palmela - Experiências com Sabor", na qual deverão estar representados alguns dos estabelecimentos de restauração palmelenses. Neste sentido, a Casa Mãe da Rota de Vinhos da Península de Setúbal promove duas harmonizações, em colaboração com adegas convidadas.

A primeira harmonização será amanhã, dia 17, pelas 16 horas, com Moscatel de Setúbal. A segunda será realizada dia 24, pelas 17 horas, com chás aromáticos. Ainda no dia 24, pelas 15 horas, desenvolve-se o Concurso de Fogaça de Palmela. Embora as inscrições ainda estejam abertas, o júri já foi escolhido e irá ser constituído por representantes da Confraria Gastronómica de Palmela, da Câmara Municipal, da Junta de Freguesia, da TRL - Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa e ainda pela vencedora da edição de 2012 do concurso, Lourdes Magalhães. Além de premiar as três melhores fogaças, o júri poderá atribuir algumas menções honrosas aos concorrentes.