Será através de apostas como o turismo, o património e a gastronomia, que o concelho de Santiago do Cacém retorna à Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL). A participação da autarquia na BTL 2015 ocorre entre 25 de fevereiro e 1 de março. O principal objetivo é o de promover os pontos fortes da região e de os dar a conhecer a todos os seus visitantes.

Este ano, o município santiaguense, que se encontra enquadrado no espaço promocional da Entidade Regional de #Turismo do Alentejo e Ribatejo, patenteia um lugar de relevo neste evento através da temática "Escolha Ser Feliz". Deste modo, Santiago do Cacém oferece aos mais curiosos uma oportunidade de conhecer e de analisar a sua oferta turística e cultural, bem como de explorar o seu vasto património monumental e natural, enquanto região que reúne uma paisagem bastante diversificada.

Especificamente, esta é uma região que se estende ao longo de praias de amplos areais e espelhos de água, mas que também contempla vastas planícies e serras agrestes. Logo assim, o stand do município irá disponibilizar toda a informação turística pertinente de que dispõe no momento, particularmente no que diz respeito ao alojamento, à restauração e às empresas de animação turística locais. Pontualmente, serão ainda desenvolvidas algumas ações de degustação da doçaria local, bem como de licores tradicionais, num espaço onde serão também apresentadas pequenas películas promocionais do concelho.

Dia 1 de março marca o final desta feira através de um desfile. Os Grupos de Cante Alentejano estarão representados neste evento através do Grupo Coral da Casa do Povo do Cercal do Alentejo.

Adianta ainda salientar que a organização da BTL procura oferecer, a todos os seus participantes, um constante crescimento da sua carteira de contactos e de clientes, tal como a consequente promoção de maiores e de melhores negócios. Esta é uma iniciativa que abarca uma forte vertente de negócio e networking face a todos os profissionais da área de turismo.

A BTL, presentemente instalada na FIL, no Parque das Nações em Lisboa, abrange ainda uma vertente de debate e discussão das vantagens e desvantagens deste setor.