No passado dia 28 de janeiro, a autarquia do concelho de Santiago do Cacém procedeu à inauguração da Estrutura Residencial para Pessoas Idosas de Alvalade, um investimento de mais de dois milhões de euros que, segundo Álvaro Beijinha, presidente da Câmara Municipal deste município, espelha "a concretização de um sonho de muitos alvaladenses". Ao longo da cerimónia de inauguração, o presidente, que se fez acompanhar dos vereadores Albano Pereira, Norberto Barradas e Margarida Santos, atestou primeiramente a importância desta infraestrutura, salientando adicionalmente "a astúcia, a audácia e a coragem da direção da Casa do Povo de Alvalade" enquanto entidade que deu vida a esta nova construção. Deste mesmo modo, Álvaro Beijinha acredita que este lar irá viabilizar um importante desenvolvimento neste concelho, mas também fora do mesmo. A entrada em funcionamento da Estrutura Residencial para Pessoas Idosas de Alvalade servirá assim para ampliar uma rede de equipamentos que já existe em Santiago do Cacém e que se estende a todo o país.

Com um total de onze centros de dia, uma ampla cobertura de apoio domiciliário, três unidades de cuidados continuados, uma unidade de cuidados paliativos e vários equipamentos também de apoio à infância, o Lar de Alvalade representa o quarto lar de idosos do município.

Por sua vez, Rui Madeira, o presidente da Junta de Freguesia de Alvalade, mostrou-se igualmente satisfeito com este projeto, destacando a honra e o orgulho que sentiu diante da "inauguração de um dos equipamentos sociais mais importantes de Alvalade, uma necessidade há muito sentida na freguesia, uma preocupação que angustiava os alvaladenses".

Rui Madeira evidencia ainda "o esforço e empenho dos membros da direção, bem como do corpo técnico e demais trabalhadores da Casa do Povo de Alvalade, que contribuíram para a construção deste equipamento e que têm sido responsáveis pela excelência da qualidade dos serviços que prestam, reconhecida pelos utentes, seus familiares e toda a comunidade".

Note-se que esteve ainda presente nesta cerimónia Luís Silva, o Presidente da Direção da Casa do Povo de Alvalade, que evidenciou o facto de esta infraestrutura representar "uma aposta de grande dimensão que nos enche de orgulho". Também presente na ocasião, Pedro Mota Soares, o Ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, sublinhou "a cooperação entre entidades e as dificuldades tremendas em fazer edificar uma obra como esta".

A Estrutura Residencial para Pessoas Idosas desta freguesia tem capacidade para sessenta utentes. A sua construção foi iniciada em dezembro de 2011.