Será no próximo sábado, dia 28 de março, a partir das 10h30, que a Câmara Municipal do Montijo irá realizar a cerimónia oficial de inauguração do Passeio do Cais, situado na Rua Miguel Pais. De acordo com a autarquia, esta nova extensão localizada na Frente Ribeirinha do Montijo, permitirá à população local usufruir de um espaço de lazer bastante apelativo e interessante. O Passeio do Cais que possibilitará assim o nascimento de mais um espaço de serenidade e de socialização no concelho, poderá ser observado como uma ampla zona pavimentada em calçada para utilização pedonal e para colocação de esplanadas.

Agradando principalmente aos comerciantes da zona, que esperam beneficiar com esta mudança e ver algum crescimento nas suas atividades, o Passeio do Cais terá ainda como principal finalidade e prioridade proporcionar um maior contacto das pessoas com o rio, conservando os valores culturais da cidade e difundindo a valorização estética e funcional da Frente Ribeirinha.

Deste modo, a abertura desta área abrangerá o lançamento da exposição "Montijo - Um Lugar para Viver", evidente no espaço público da Frente Ribeirinha. Este evento, que se espera ser prolongado durante todo o dia e toda a noite, englobará ainda uma vertente de animação cultural, a cargo da Sociedade Filarmónica 1.º de Dezembro e do grupo de hip hop United Dance Crew da Escola de Artes, Sinfonias & Eventos.

Ainda nesta ação, a Associação de Comerciantes da Frente Ribeirinha irá avançar com um vasto programa de iniciativas de animação de rua, onde a interação com o público será imperativa. Ao longo deste dia, o Passeio do Cais será ainda palco de jogos tradicionais, de animação com mimos, de malabarismos com fogo e ainda de uma queimada, a preparação de uma bebida tradicional da Galiza, através da qual a autarquia espera animar todos os visitantes. Adianta ainda referir que a execução desta obra compreendeu um investimento de mais de oitenta e seis mil euros. O seu financiamento surgiu como responsabilidade da autarquia montijense, bem como de alguns fundos comunitários. #Turismo