A passada quarta-feira, 25 de março, ficou marcada pelo VI Encontro de Professores e Educadores de Montijo e Alcochete, que, ao ser patenteado no Cinema Teatro Joaquim d'Almeida (CTJA), conseguiu reunir mais de uma centena de professores e educadores de ambos os concelhos. Contando também com a presença de vários membros das forças de segurança e de diversos profissionais da área da saúde, este encontro promovido pelo Centro de Formação de Montijo e Alcochete (Cenforma), procurou assim oferecer ao seu público uma oportunidade de debate e de análise no âmbito da #Educação.

Descobrir como os professores e os educadores desenvolvem as suas funções, analisar o desempenho das equipas da escola segura e dos técnicos de saúde no terreno e descobrir algumas das principais dificuldades que estes profissionais encaram no seu dia-a-dia, foram algumas das temáticas que estiveram na ordem do dia. Os representantes dos agrupamentos de Escolas do Montijo e de Alcochete, os elementos da PSP, da GNR, da Direção Geral de Saúde, das autarquias do Montijo e de Alcochete, bem como da secretaria de Estado da Educação, apresentaram-se neste encontro na posição de oradores, dando a conhecer algumas das suas preocupações no âmbito da educação.

Neste ponto, Nuno Canta, enquanto Presidente da Câmara Municipal do Montijo, legitimou a importância da partilha de experiências, afirmando ser imperativo conceber uma nova agenda para a educação pública, apostando-se assim na capacidade de inovação da comunidade educativa. Marta Alves, Diretora do Cenforma, aproveitou a oportunidade para salientar a importante aplicação deste encontro, alegando ser necessário desenvolver este trabalho de profundidade como forma de garantir uma boa formação dos nossos jovens.

Recorde-se que o VI Encontro de Professores e Educadores de Montijo e Alcochete foi encerrado através da palestra "Bem-estar emocional e aprendizagem", da responsabilidade de Luís Neto, do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa.