Em Setúbal, um rapaz com apenas 9 anos foi retirado à sua mãe, por esta estar num processo de maus tratos e agressões físicas ao menor. Além das agressões da mãe,o  padrasto da criança e também participava nos maus tratos. A denúncia foi feita ao Jornal de Notícias, e mais tarde encaminhada às autoridades, apontando que a criança era constantemente vítima de agressões e maus tratos, tanto físicos, como psicológicos, que colocavam a criança em risco de vida e muito assustada perante todas estas situações diárias.

Pelo que os vizinhos testemunharam às autoridades, a criança era castigada por fazer pequenas brincadeiras que todas as crianças gostam de fazer. Um dos castigos impostos pela sua mãe, era ficar fechado à chave num quarto com apenas um balde, que estaria no local para o menino fazer as suas necessidades. Um dos vizinhos mais próximos da "#Família" afirmou que uma das razões pela qual a mãe do menino o castigou, foi por o mesmo entrar em casa com as sapatilhas sujas de areia, após ter saído de um campo com areia onde estava a jogar futebol.

Com um ambiente de grande tensão, injustiças, maustratos e agressões violentas, o menino era ainda assim um excelente aluno, afirmou uma das professoras do mesmo, após saber do sucedido. A mãe e o padrasto da criança já foram detidos e constituídos arguidos num processo que juntou a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, o Ministério Público e a GNR.

Relativamente à criança, esta foi internada numa instituição no exterior de Setúbal, para lhe garantir proteção, uma vez que não se tem conhecimento de outros membros da família próximos que pudessem garantir a segurança do menino. Segundo a professora do aluno, ele aparecia na escola um pouco assustado, e com reações fora do padrão comum a outras crianças, o que fazia com que os professores e funcionários suspeitassem que algo se passava.

A criança encontra-se agora numa instituição, onde está a receber apoio psicológico, pois apresenta indícios de trauma, mas não apresenta qualquer tipo de marcas no corpo, apenas algumas cicatrizes cuja origem é desconhecida. #Crime #Violência