Comediante, actor e figura incomparável no mundo do espectáculo, Robin Williams foi a "palavra" mais pesquisada do ano, a nível global. Um homem que marcou várias gerações, com as suas piadas e personalidade única, chocou o mundo quando, a 11 de Agosto deste ano, pôs fim à sua própria vida, alegadamente devido a uma depressão profunda. O Google afirma que houve, após o anúncio da morte, um aumento das pesquisas relacionadas com testes de depressão e saúde mental. Em completo contra-senso, surge, no segundo posto, um evento que juntou milhões de pessoas em todo o Mundo; falamos, pois claro, do Mundial de Futebol no Brasil.

Mais um ano que está a terminar, e como não poderia deixar de ser, o maior motor de busca do planeta, o Google, revelou, esta semana, a aguardada lista das palavras mais pesquisadas durante 2014. Será apenas um exercício de retrospectiva ou poderemos tirar algumas conclusões? A verdade é que as duas primeiras palavras não poderiam ter sentimentos mais discrepantes. Se o Mundial de Futebol veio depois de um acontecimento tão triste como foi a morte do actor Robin Williams, o terceiro classificado não foi menos dramático. A fechar o pódio, surge a palavra ébola, uma febre hemorrágica que no continente Africano já fez 6841 mortos de um total de 18464 casos identificados, de acordo com o último balanço da Organização Mundial de Saúde. Números aterradores e que mancham o ano.

Continuando com a análise à lista apresentada pelo Google, podemos concluir que 2014 foi rico em acontecimentos. A companhia aérea mais falada do ano pelas piores razões, a Malaysia Airlines, ocupa o quarto lugar. E quem não se lembra do desafio que invadiu o Facebook, «ALS Ice Bucket», e que angariou milhões de doações? Temos, também, o jogo que foi considerado um dos mais viciantes e difíceis dos últimos anos, Flappy Bird, a vencedora da Eurovisão, Conchita Wurst, os jihadistas que se colocaram no centro das ameaças terroristas, o Estado Islâmico, o filme de animação que conquistou os Óscares, «Frozen», e os Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi. Uff, grande top 10, dificilmente será esquecido.

No caso português, o Mundial de Futebol foi a pesquisa mais efectuada no Google, indo de encontro aos resultados internacionais. Mas esmiuçando a lista portuguesa, mais nenhuma palavra teve impacto internacional. Secret Story 5, a morte súbita do actor Rodrigo Menezes, o novo Banco, a operadora NOS e a bactéria que alarmou milhares de portugueses, a Legionella, completam o top português. Destaques bem diferentes em relação ao resto do mundo. É notório que os portugueses vão lembrar de 2014 de uma forma bem diferente do que o resto do mundo. E o leitor, como lembrará o ano que agora termina? #Curiosidades