A aplicação Uber já está disponível em Lisboa e no Porto desde dia 16 de Dezembro. Mas o que é a Uber? É uma aplicação para smartphone, que recorre à tecnologia GPS para localizar o cliente e ver qual o motorista que se encontra mais perto do local. Esta aplicação não é uma novidade, pois já se encontra disponível desde Julho em Lisboa. No entanto, apenas estava em funcionamento a gama de carros de topo com um motorista privado, não chegando por isso ao bolso de todos os cidadãos. Desde o dia 16 a Uber proporciona agora a Uber X em Lisboa e no Porto, oferecendo um serviço personalizado mas mais acessível.

Como funciona?

Qualquer pessoa com um smartphone pode descarregar a aplicação. Ao registar-se, esta recolhe os dados do cliente, como telefone, localização e dados do cartão de crédito. A partir daí, sempre que quiser utilizar o serviço basta clicar, e em poucos minutos tem um carro com motorista à sua porta ao preço de um táxi comum.

Mas estas novidades não chegam sem antes causar preocupação no sector. No Porto, a Câmara Municipal não está satisfeita com este novo sistema, pois teme que seja uma concorrência desleal para com os taxistas. E, em Lisboa, a Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (Antral), também já se manifestou contra o serviço.

Quanto aos preços:

As tarifas de cada cidade podem ser consultadas na aplicação e é também possível inserir os dados do local de origem e destino para receber uma cotação para a viagem. O pagamento é feito exclusivamente através de cartão de crédito, sendo a tarifa debitada imediatamente quando se chega ao destino. O recibo é depois enviado por email.

A Uber tem apostado numa forte campanha de marketing através de figuras públicas como Fernando Alvim, Cláudia Vieira ou Carolina Torres, convidando-as a utilizar o serviço gratuitamente. Estes promovem depois a novidade através das suas páginas oficiais, oferecendo um desconto em seu nome para quem experimentar o serviço. A aplicação promete não ser mais dispendiosa do que um táxi, utilizando como base uma tarifa mínima de 2,5 €. A base é de 1€, ao que se deve somar 0,10€ por minuto e 0,65€ por quilómetro.