Depois do Cante, também as Saias Alentejanas poderão vir a ser Património Imaterial da Humanidade. A Câmara Municipal do Alandroal lidera um projecto que pretende candidatar à UNESCO estas canções e danças tradicionais da zona raiana. Neste momento, já são sete os municípios que aderiram à iniciativa, mas mais poderão vir a juntar-se. A presidente da autarquia do Alandroal espera poder apresentar a candidatura ainda este ano.

"Estivemos já para apresentar uma candidatura, não a apresentámos apenas porque precisamos de ter um trabalho de base para acompanhar a nossa candidatura", declarou Mariana Chilra à Rádio Campanário, de Vila Viçosa. "Como nem todas as câmaras têm esse trabalho feito - neste momento, apenas Campo Maior tem esse trabalho feito, Redondo está a ultimá-lo e nós também - não pudemos apresentar, mas temos já ideia das várias linhas para a candidatura das Saias Alentejanas. Por isso, mantemos as reuniões entre as várias câmaras e temos os grupos a trabalhar nesse sentido", acrescentou. "Tudo indica que este ano seja possível apresentar a candidatura, para que os nossos grupos se dinamizem ainda mais e tenham meios para continuar a cantar as Saias e não deixar cair as Saias", concluiu.

A edil adiantou ainda o trabalho já vem sendo desenvolvido há algum tempo. "Começámos a trabalhar desde o ano passado. Fizemos no ano passado - e o Alandroal foi o primeiro a fazê-lo - o primeiro encontro das Saias Alentejanas, com vários grupos tradicionais alentejanos, que não vai deixar cair aquela que é a nossa tradição, o nosso cante enraizado", explicou, esclarecendo que outras autarquias não hesitaram em unir-se à iniciativa: "Falámos com várias câmaras aqui à volta, que aderiram, nomeadamente a Câmara de Redondo, a Câmara de Vila Viçosa, a Câmara de Borba, a Câmara de Elvas e a Câmara de Campo Maior, e estamos todos a trabalhar de forma a apresentarmos uma candidatura em conjunto com os grupos que cantam as Saias Alentejanas". O caminho só pode agora ser para a frende. "Não vamos deixar cair esse trabalho. É sempre altura de promovermos e lembrarmos as Saias Alentejanas", apontou a autarca.

Neste momento, são sete câmaras que integram este projecto, mas a presidente do Município do Alandroal diz que irá convidar mais autarquias, nomeadamente as câmaras de Monfort e de Sousel. "Quanto mais forem as câmaras, mais produtivo pode ser o projecto e mais efeitos pode vir a dar. A ideia é convidar todas as câmaras que tenham grupos a cantar as Saias Alentejanas", rematou Mariana Chilra.

As Saias são uma canção dançada, popular, localizada no Alto Alentejo, cuja fisionomia melódico-rítmica tem a particularidade de alternar compasso a compasso o seis por oito com o ternário. Recorde-se que em Novembro do ano passado, o Cante Alentejano foi considerado pela UNESCO património imaterial da humanidade. Já este ano, a autarquia de Vila Verde, no Minho, anunciou a intenção de candidatar os Cantares ao Desafio a semelhante distinção.