Jon Bon Jovi, vocalista duma das mais famosas bandas de pop rock mundiais, abriu um restaurante solidário em New Jersey, nos E.U.A, a que deu o nome de "Soul Kitchen". Nem todos os artistas de renome vivem só do estrelato e fama e, Jon Bon Jovi, à semelhança de outras figuras ilustres como Sting, Oprah Winfrey e Madonna, é um homem que defende e luta pelas causas sociais, nomeadamente, das pessoas carenciadas e sem-abrigo. Ilustrativo desta sua vertente solidária é o mais recente restaurante que criou e que dá pelo nome de "Soul Kitchen". Este restaurante destaca-se pelo conceito em que se baseia: "pay- what-you-can ".

De facto, trata-se dum estabelecimento onde não existem preços pré-tabelados, pelo que cada um paga o que pode e, se nada tiver, não é por isso que fica sem uma refeição quente e saborosa! A gerência apenas pede que no fim da refeição estes utentes arrumem a sua mesa e lavem a sua loiça ou, inclusive, se juntem à equipa do restaurante como voluntários. Por outro lado, quem pagar o preço considerado razoável, dez dólares, fica a saber que estará a colaborar para que mais pessoas carenciadas possam usufruir duma refeição neste local.

Após dois anos a servir refeições em vários locais do país, o cantor pop criou esta chamada "cozinha comunitária" num local permanente ao serviço dos que a queiram utilizar, mas em que a ementa pouco ou nada tem de cozinha pública. Com efeito, o menu de abertura inclui salada multicolorida de beterraba, costeletas de porco com chutney de figo e maçã e bolo de cenoura caseiro com creme de limão. "Tudo é orgânico, saudável e bom para a saúde"- referiu Jon Bon Jovi à revista New York. E acrescenta: "Este é um local baseado e construído na comunidade - por e para esta".

Numa altura de ainda elevada crise a nível mundial, este restaurante tem sido claramente um sucesso ao qual cada vez mais pessoas necessitadas recorrem para, provavelmente, usufruírem da sua única refeição do dia e poderem, assim, escapar à pouco saudável típica "fast-food" americana. #Famosos