Vai decorrer no próximo dia 7 de Março, em Torres Vedras, no pavilhão da Expotorres, um evento solidário. As portas do "Torres Vedras Solidária" estão abertas entre as 15h e as 20h e incluem animação para toda a família, prometendo aos visitantes uma tarde muito animada e com a certeza de que o valor do bilhete vai contribuir para uma boa causa. O evento foi planeado tendo em vista dois casos de cancro: o menino Rui e o pai Armando (uma família desfavorecida de Espinho, em que pai e filho sofrem ambos da doença) e Carla. O objectivo é, acima de tudo, a concretização da iniciativa da sociedade civil. O Estado não pode nem consegue chegar a todos, em especial aos que mais necessitam, mas a vontade dos cidadãos pode fazer a diferença.

O falecimento recente de Carla, no passado dia 6 de Fevereiro, não resistindo à progressão da doença, não fez desistir os organizadores do evento. A parte que se destinararia ao tratamento de Carla será agora destinada a ajudar a sua família. Contudo, a família de Carla destinou 50% da sua parte para um novo caso. A Carina, de 3 anos, sofre de estrabismo e necessita de 3000 euros para efectuar uma cirurgia. Desta forma, o evento solidário e a respectiva receita de bilheteira mantiveram-se sem alteração, e mantendo a determinação de todos os envolvidos.

O evento nasceu da iniciativa de um grupo de cidadãos anónimos, que começaram a reunir meios para concretizar a sua ideia. Começaram por convidar instrutores licenciados de zumba, a nova modalidade de ginástica/dança: Luis Ramirez, Sandra Sousa e Tatiana Crispim estarão a orientar as hostes. Contudo, para facilitar  uma maior afluência e alargar às famílias, os organizadores reuniram progressivamente pessoas e meios para ajudar. Neste sentido, o "Torres Vedras Solidária" terá pinturas faciais, um insuflável, ateliers e animadores. Na Expotorres irá existir também animação musical, com Daniela Pinheiro, Micaela Pinheiro e Joana Margaça, bem como tasquinhas com petiscos. O evento conta com o patrocínio de 3 "padrinhos", figuras públicas que dão a cara por esta causa solidária: Daniela Simões, ex-concorrente do Secret Story; Nélson Pereira, histórico guarda-redes do Sporting ; e Melanie Vicente, top-model e representante portuguesa no concurso Miss Mundo. Muitas outras empresas do concelho de Torres Vedras associaram-se também ao "Torres Vedras Solidária". Todos estes meios se reuniram tendo em vista a causa solidária, dando corpo à ideia de intervenção da sociedade civil quando o Estado não chega.

Os bilhetes têm o valor de 5 euros, revertendo na totalidade para as causas em questão, sendo que a entrada é livre para crianças até 12 anos. Os bilhetes encontram-se à venda em vários pontos da cidade das Linhas, nomeadamente o ginásio Higia, a Associação de Estudante da Escola Secundária Madeira Torres, a papelaria União II, o Likesun e a discoteca Arcádia.