Neste momento, existem cada vez mais idosos no nosso país e a sua taxa de mortalidade aumenta a cada dia que passa, com valores extremamente altos, devido à falta de cuidados com os mesmos. Muitas pessoas não têm conhecimento, mas, segundo os Censos Sénior de 2014, Portugal é o 4º país da União Europeia com a maior percentagem de idosos, cerca de 20% dos portugueses têm mais de 65 anos e cerca de 34 mil idosos vivem sozinhos ou até mesmo isolados.

Todos os idosos devem ser tratados como ser humanos. Como tal, aqui ficam algumas dicas fundamentais para todos os familiares que pretendem acolher os idosos existentes em cada família, em vez de os colocarem ao abandono em lares onde correm o risco de serem infelizes. Não existe nada melhor que o conforto de uma casa

Ao ter um idoso em casa é importante:

1. Que saia de casa frequentemente para fazer pequenas caminhadas;

2. Que a casa onde habita esteja iluminada, sem obstáculos, limpa e arrumada;

3. Se necessário, fazer adaptações na casa para facilitar o acesso do idoso, como por exemplo, instalar barras de apoio lateral nas casas de banho, escadas com corrimões ou até mesmo elevadores;

4. Estimulá-lo a realizar tarefas diárias para as quais o mesmo tenha condições físicas;

5. Respeitar as decisões que o idoso toma;

6. Não tratar o idoso como uma criança, pois isso fará com que o mesmo se sinta inútil podendo, desta forma, prejudicar a sua auto-estima e provocar até uma ligeira depressão;

7. Estar atento ao idoso, principalmente se o mesmo estiver acamado pois é necessário ter o cuidado de o movimentar com frequência para evitar o aparecimento de outras doenças.

8. Que o idoso tenha uma boa alimentação, estando sempre nutrido e hidratado e que tome os seus medicamentos nas doses certas.

Por vezes torna-se complicado conciliar tudo em casa, e, por isso mesmo, torna-se importante contratar um profissional qualificado para ajudar o idoso, ou até descobrir instituições de solidariedades e verificar os apoios que as mesmas podem oferecer. #Terceira Idade