Em Albufeira, uma discussão conjugal quase terminava em tragédia. Uma menor de 17 anos intrometeu-se na discussão entre a mãe e o padrasto, quando viu a mulher, de 41 anos, a avançar sobre o marido, com uma faca. Perante este cenário, a jovem terá tentado impedir a mãe e acabou ela própria ferida. Tudo aconteceu na madrugada de sábado para domingo, no último fim-de-semana.

Foram os vizinhos que, ao ouvir os gritos, ligaram para o serviço de Emergências (112), alertando para um episódio de violência doméstica, numa zona residencial, em Montechoro, Albufeira. Quando os Bombeiros Voluntários e a GNR de Albufeira chegaram ao local, depararam-se com os ferimentos da menor. Enquanto os Bombeiros assistiam a jovem, com ferimentos numa mão, a mãe desta, visivelmente perturbada, terá corrido para a varanda, ameaçando atirar-se daquele que era um 4.º andar.

O ímpeto desta terá sido travado pelos militares da GNR e pela própria filha, que terá tentado acalmar a progenitora. A mulher foi depois levada para o Hospital de Faro, encaminhada pela GNR e acompanhada pela filha, encontrando-se internada na ala psiquiátrica.

Segundo relatos dos vizinhos, estes episódios de discussões conjugais eram frequentes e já existiam desconfianças de violência doméstica entre este casal. A discussão que levou a este incidente mais grave terá começado fora de casa. O casal terá chegado já por volta da 1h00 da manhã à residência, nos apartamentos Feliz Choro, e a discussão ter-se-á agravado.

Neste caso, a filha da agressora terá evitado uma tragédia ainda maior, saindo ela ferida. Uma amiga da mulher, admitiu em declarações à TVI, que eram frequentes os episódios de descontrolo emocional, confessando o mal-estar psicológico desta. Alegou que a amiga está doente mas que esta lhe dizia muitas vezes que o marido a tratava mal e a ameaçava. No entanto, a agressora também teria dito a esta amiga que já por várias vezes teria ponderado atirar-se da varanda, como terá tentado durante este último incidente. #Crime