A cientista da NASA, Ellen Stofan, admitiu que podem faltar poucos anos para responder com certezas a um dos grandes enigmas da ciência: Existe ou não vida noutros planetas? A resposta pode ser positiva. Em 2025 acredita-se que já estejam reunidas indicações que comprovem essa perspetiva. E em 2035 ou 2045, existirão provas ainda mais fortes que esclarecem de vez qualquer dúvida.

Num encontro que juntou vários peritos para discutir a existência de água no universo, de acordo com o Diário de Notícias, Ellen Stofan, cientista da NASA, confessou que: "Julgo que vamos ter fortes indícios de vida para além da terra dentro de uma década, e julgo que vamos ter provas definitivas dentro de 20 a 30 anos". Segundo o mesmo órgão, a cientista referiu ainda que o plano está muito bem definido, e um pouco mais facilitado devido aos cada vez mais desenvolvidos meios tecnológicos. "Na maioria dos casos, temos tecnologia e estamos a implementá-la. Estamos definitivamente a caminho".

O telescópio Hubble tem dado um contributo especial para esta pesquisa. A descoberta de água, no planeta Ceres ou numa das Luas de Júpiter, leva a acreditar que podem existir outros tipos de vida e outros "cantos" do Universo. Realçou-se ainda que, a comprovar-se existência de vida, é possível que não se encontrem populações de seres verdes. Então que tipo de vida se pretende encontrar? Aparentemente são insignificantes bactérias, mas o seu valor é de extrema importância. Será uma grande marca, se se conseguir confirmar que existem noutros sítios, vida. A publicação referida anteriormente revela que o antigo astronauta John Grunsfeld colocou uma pergunta curiosa: "quem sabe qual será o aspeto dessa vida extraterrestre?".

Ex-funcionário da NASA viu outras vidas

Já reformado, Clark McClelland foi responsável pelo bem-estar de diversas atividades da agência, tais como os vôos da Mercury, ou a Estação Espacial Internacional. Afirma ter visto extraterrestres durante o acompanhamento de uma missão, através de câmaras de vídeo. Na página Stargate-Chronicles, afirmou ainda que não foi o único a presenciar estes acontecimentos: "Um amigo disse mais tarde também ter visto um ET (...). As duas missões tratavam-se de contatos ultra-secretos do Departamento de Defesa dos Estados Unidos".

Eisenhower e os contactos de outro mundo

A neta do ex-presidente dos Estados Unidos, Dwight Eisenhower, Laura Eisenhower vai estar presente em junho deste ano num congresso em Porto Alegre (Brasil), onde vai revelar que o seu avô contactou propositadamente com extraterrestres.