A Suíça e os países do norte da Europa são os mais felizes do mundo. A classificação está de acordo com o ranking mundial da felicidade divulgado ontem, 23 de Abril, em Nova Iorque. O Relatório Mundial sobre a Felicidade, realizado pela primeira vez em 2012, qualifica o nível de vida em 158 países com o intuito de influenciar as políticas governamentais do mundo.

O top 10 é então composto pela Suíça no 1.º lugar, que ultrapassou a Dinamarca que havia vencido no último relatório. Seguem-se os países frios do norte da Europa, Islândia, Dinamarca e Noruega, e em quinto lugar surge o Canadá. De volta ao continente europeu, encontramos a Finlândia, Holanda e Suécia. Da Oceânia chega-nos, em nono e décimo lugares respectivamente, a Nova Zelândia e a Austrália. Ainda entre os vinte primeiros temos a Costa Rica em 12.º, o México em 14.º, seguido depois pelos Estados Unidos da América e em 16.º o Brasil. Há ainda a destacar os países mais influentes da zona Euro como o Reino Unido, França e Alemanha a ocupar o 21º, 26º e 29º lugares. De notar que estas classificações podem ser algo curiosas tendo em conta, por exemplo, a posição ocupada pela Venezuela, que atravessa graves dificuldades e mesmo assim se classificou em 23.º lugar, 6 posições acima da Alemanha de Merkel.

Este estudo é realizado de acordo com a riqueza do país, nomeadamente o PIB per capita, a esperança de vida, a confiança, a liberdade, a falta de corrupção e a generosidade. Por todos estes indicadores, países como o Afeganistão e a Síria, que enfrentam a guerra, são dos menos felizes do mundo. A juntar-se a estes dois temos ainda os países africanos nos últimos lugares da tabela, entre eles: Togo, Burundi, Benim, Ruanda, Burkina Faso, Costa do Marfim, Guiné e Chade. A República Democrática do Congo é mesmo o país mais infeliz do mundo.

Relativamente a Portugal este continua, tal como a Grécia, a ser um dos mais infelizes da Europa, mais do que há três anos, uma vez que ocupa a 88.ª posição. Por outro lado, há a registar que alguma coisa de deve ter alterado, uma vez que em 2013 ocupávamos o 100.º lugar. #Curiosidades